Compre aqui apostila para este concurso!

TCE/DF cobra agilidade no concurso para 200 vagas


  

Foi dado o período de 30 dias para a explicação do atraso na realização do certame. As vagas são para diversos níveis.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCE/DF) decidiu que a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal tem o período de 30 dias para explicar o atraso para realizar o processo seletivo que teve a aprovação desde o ano passado, no dia 5 de junho. O certame irá oferecer 200 oportunidades neste ano de 2015 e também a modalidade de cadastro reserva para o ano de 2016. 

Já foi formada uma comissão para determinar as funções dos novos servidores. Depois disto, a Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização irá avaliar a documentação para autorizar a publicação do edital. A perspectiva é de este processo de publicação seja finalizado até o mês de junho.   

As oportunidades neste concurso público serão destinadas para os seguintes postos: técnico socioeducativo, especialista socioeducativo, auxiliar socioeducativo e atendente de reintegração socioeducativo.

Na carreira de especialista socioeducativo é exigido que os candidatos apresentem conclusão do ensino superior. Os rendimentos serão de R$ 3.101,45 com a carga horária de 30h por semana e de R$ 4.135,26 com carga horária de 40h semanais.




Na profissão de atendente de reintegração socioeducativo também é necessário que os interessados tenham concluído a graduação. A remuneração mensal será de R$ 2.271 com uma jornada de 30h por semana e de R$ 3.028, com uma jornada de 40h semanais.

No cargo de técnico socioeducativo existe o requisito dos candidatos terem nível médio de escolaridade. O salário será de R$ 3.201,45 e a jornada consistirá em 30h por semana, tendo a possibilidade de seguir uma carreira profissional.

No posto de auxiliar socioeducativo os requisitos ainda serão determinados pela comissão do processo seletivo. Os rendimentos mensais serão no valor de R$ 2.040,52 com uma carga horária semanal de 30h e de R$ 2.720,69 com uma jornada semanal de 40 horas.

No exame seletivo, os candidatos serão submetidos a uma avaliação de títulos e testes objetivos. As pessoas que forem aprovadas nesta primeira fase serão encaminhadas para a segunda etapa onde passarão por um exame psicológico, investigação social e avaliação de capacidade física. 

Por Felipe Couto de Oliveira



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *