Compre aqui apostila para este concurso!

Dicas para fazer uma boa dissertação argumentativa


  

Evitar redundâncias e palavras rebuscadas são algumas dicas que podem ser seguidas

Uma das coisas que muitas pessoas têm dificuldade é elaborar um texto de qualidade, e esse é um problema que tem que ser resolvido desde cedo, já que em várias situações de nossas vidas temos que escrever uma redação. Seja em vestibulares, concursos ou até avaliações discursivas de entrevistas de emprego, nos deparamos com ela – a redação. E é nessas horas que muitos perdem a oportunidade de melhorar de vida. 

Tipos textuais, ou tipologia textual, é a forma como o texto se apresenta. Ele pode ser narrativo, descritivo, dissertativo, argumentativo ou injuntivo. Há pessoas que têm dificuldade em algum desses, ou em todos. Inclusive, muitas pessoas tiraram nota zero na redação do ENEM em 2014.

Dicas para fazer uma boa redação argumentativa:

Há dois tipos de dissertação: A dissertação expositiva e a dissertação argumentativa. A expositiva é utilizada para expor ideias e pontos de vista, com o objetivo de fazer com que o leitor considere as ideias coerentes, independente de concordar com elas ou não.

Já a dissertação argumentativa é o tipo de dissertação mais comum e utilizada em redações de concursos públicos e vestibulares. Nela, o autor tenta convencer o leitor a concordar com a ideia exposta no texto, utilizando de vários recursos. 




Sua dissertação argumentativa deve ter três partes essenciais: introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução, você deverá expor a ideia principal de acordo com o tema, a problemática a ser abordada. Evite reduncâncias e palavras rebuscadas, para que o leitor não canse de ler logo no início.

Já o desenvolvimento costuma ser a maior parte do texto. Nele, você irá expor as ideias de acordo com a introdução, argumentando e mostrando dados, opiniões e estatísticas sobre os fatos apresentados.

Na conclusão você fecha a redação, deixando bem claro o ponto de vista defendido e fazendo um fechamento de todos os argumentos utilizados no texto, concluindo de uma forma coerente. 

Não "enrole" muito nas frases. Seja direto e evite deixar palavras soltas durante o texto. Lembre-se de fazer um rascunho e, quando terminar, leia pelo menos três vezes e corrija o que for necessário, pois nem todos os erros são percebidos na primeira leitura. 

Por Nathalia Henderson



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *