Concurso TST 2017 – Banca Organizadora é Escolhida

Edital do certame deverá sair ainda em junho de 2017.

Que tal direcionar os seus estudos para o concurso do Tribunal Superior do Trabalho (TST)? O edital deve ser publicado em pouco tempo, uma vez que o Órgão já assinou contrato com a organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC). A expectativa é que o documento seja lançado em junho e tenha oportunidades para técnico (nível médio) e analista (nível superior).

As provas para os cargos serão aplicadas apenas em Brasília e os o certame terá, além das avaliações objetivas, testes discursivos ou redação de acordo com o cargo. O último concurso organizado pelo TST foi em 2012 e contou com 37 vagas e também a formação de cadastro reserva. Que tal aproveitar a oportunidade?

No Senado, por exemplo, tem a tramitação do projeto de lei que cria 270 cargos para o Órgão referente à carreira de analista judiciário na área judiciária, em que o interessado deve ter nível superior na área de Direito.

Como a banca já foi definida, o edital do concurso deve ser divulgado nas próximas semanas e as provas aplicadas no segundo semestre deste ano. Desta forma, não perca tempo e antecipe a sua preparação para ganhar domínio e conhecimento nos conteúdos.

Como estudar para este concurso?

Organize os seus estudos de acordo com o último edital do certame, que pode ser acessado clicando aqui: http://www.tst.jus.br/documents/10157/64618/Edital+1-2012. Depois, defina o cargo e separe os conteúdos programáticos.

Faça um planejamento com as disciplinas do edital. Se este for o seu primeiro concurso, invista em um curso online ou presencial para conhecer as matérias e dominar as dicas que são passadas pelos professores.

Lembre-se de que além das aulas é fundamental você estudar a parte teórica e focar na revisão, que pode ser feita no seu caderno, em uma ficha resumo ou por mapa mental. Também é essencial fazer muitos exercícios da banca FCC, organizadora do certame.

Estude por meio de apostilas específicas para o concurso e cuidado com materiais desatualizados ou que foram elaborados há muito tempo.

Ao estudar concentre-se e busque dar o melhor de você para conseguir a classificação. Além do TST, aproveite para focar em outros concursos da área trabalhista como, por exemplo, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, que está previsto para este ano.

Muito sucesso e bons estudos!

Por Babi

Concurso TST 2017 – FCC será a Banca Organizadora

Seleção ofertará vagas para analista e técnico judiciário. Edital está próximo da publicação.

Se você aguarda ansiosamente pela publicação do edital do concurso do Tribunal Superior do Trabalho (TST), saiba que o órgão continua preparando o certame previsto para 2017. Há expectativa de contratação da banca responsável pela organização nos próximos dias. Com isso, espera-se que o edital seja lançado ainda no primeiro semestre desse ano.

A informação mais recente é de que o contrato deve ser assinado ainda nesta semana com a Fundação Carlos Chagas (FCC). A escolha da banca foi realizada por dispensa de licitação desde o mês de abril de 2017.

Até o momento os cargos confirmados para o próximo certame são analista e técnico judiciário das áreas judiciária, administrativa e apoio especializado. Confira as especialidades a serem oferecidas: contabilidade, programação, segurança judiciária, análise de sistemas, taquigrafia e suporte em tecnologia da informação.

Na seleção haverá prova objetiva para todos os cargos, com questões de conhecimentos básicos e específicos. No caso da função de analista também haverá avaliação discursiva e prova prática para a especialidade de taquigrafia.

Aqueles que vão concorrer para técnico judiciário, na especialidade de segurança judiciária, ainda farão exame de aptidão física.

Quem deseja concorrer a mais de um cargo, saiba que será possível, pois as provas de nível médio e superior serão aplicadas em horários diferentes.

As disciplinas a serem cobradas nas questões ainda não foram informadas. A remuneração para quem ingressar na carreira judiciária desse tribunal é de R$ 7.260,41 para os profissionais de nível médio e R$ 11.345,90 para quem tiver formação superior.

O último concurso realizado para preencher vagas do TST ocorreu em 2012. Naquele momento, a banca do certame também foi a FCC. As inscrições custaram R$ 55 para nível médio e R$ 72 para os cargos de analista. As provas foram aplicadas apenas na cidade de Brasília, no Distrito Federal. A duração do teste objetivo foi de 4h30 para analistas e 3h para os técnicos.

Confira algumas disciplinas exigidas: regimento interno do tribunal, português, direito administrativo, direito civil, constitucional e direito do trabalho.

As atribuições do técnico da área administrativa são: arquivar documentos, realizar rotinas administrativas, dar apoio técnico aos magistrados, entre outras.

Os analistas da área judiciária, por sua vez, devem prestar assistência em assuntos de natureza jurídica, fazer estudos e pesquisas de legislação, doutrina e jurisprudência, entre outras tarefas.

Melisse V.

Concurso TST-DF 2017 – Edital em Breve

Vagas do concurso serão para os cargos de Técnico e Analista.

Um dos certames mais esperados deste ano deve ser divulgado até junho, o do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que deve ter oportunidade para técnico (nível médio) e analista (superior). A Fundação Carlos Chagas (FCC) será a organizadora responsável. O próximo passo será a assinatura do contrato e depois a publicação do edital com as normas programáticas do concurso: data das inscrições, das provas, quantitativo de vagas, ou seja, todas as informações oficiais.

A remuneração para nível médio é de R$ 6.167,99 e para nível superior R$ 10.119,93. Além disso, também está no senado o projeto de lei que cria 270 vagas para o cargo de analista judiciário da área judiciária do TST. O último concurso realizado pelo Órgão foi em 2012 e contou com mais de 70 mil inscritos, ele foi organizado pela Fundação Carlos Chagas.

O concurso teve 37 vagas, além da formação de cadastro reserva. Os interessados foram avaliados por meio de provas objetivas e para alguns cargos teve estudo de caso e redação. Que tal começar a sua preparação? Confira algumas dicas:

Inicie a sua preparação antes de o edital ser publicado. Desta forma, você ganha tempo para formar base nas disciplinas e otimiza os seus estudos, além de aumentar as suas chances de aprovação no concurso.

Organize os seus estudos por meio do último edital publicado, que pode ser acessado pelo link: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/tstdc112/tst_edital_versao_final_01-06-2012.pdf.

Planeje uma rotina de estudo com as matérias que serão vistas no dia a dia. Escreva a forma de estudo e faça da aprovação a prioridade em sua vida. Ou seja, abdique e foque no seu sucesso.

Para aliviar o estresse da rotina de estudo, invista em uma caminhada pela praça ou pelo bairro. É de graça e ainda vai te ajudar a manter a produtividade.

Estude através de bons materiais como livros e apostilas específicas para o TST. Peça orientação de outros estudantes antes de comprar. Priorize a qualidade do material.

Mantenha a confiança no seu potencial e estude acreditando que conquistará uma das vagas. Faça por merecer a aprovação e assim colherá os frutos.

Caso não consiga a aprovação, mantenha o ritmo nos estudos e a determinação, até chegar aonde realmente deseja.

Sucesso e boa sorte!

Por Babi

Concurso TST 2017 DF – Banca Organizadora é Definida

Fundação Carlos Chagas (FCC) é escolhida para coordenar o certame.

Para quem reside no Distrito Federal e está na expectativa do edital de abertura do novo concurso público do Tribunal Superior do Trabalho, as notícias recentes são animadoras. Trata-se do fato de a empresa que se responsabilizará pela organização do certame já ter sido contratada, sendo ela a FCC, que é a Fundação Carlos Chagas. O que significa um importante avanço.

Segundo informações do órgão, o novo concurso do Tribunal Superior do Trabalho do Distrito Federal deve ter seu edital publicado ainda no primeiro semestre de 2017.

Embora o concurso ainda esteja em sua fase embrionária, a expectativa é de que sejam disponibilizados para a concorrência oportunidades para os cargos de Analista e de Técnico. Contudo, existe a possibilidade dessas vagas não serem para a lotação imediata, mas para formação de Cadastro Reserva.

De qualquer forma, para concorrer ao cargo de Técnico do TST o candidato precisa ter ensino médio completo e/ou curso técnico (o que vai depender da área). Um técnico possui um salário inicial cujo valor é de R$ 6.167,99. As primeiras informações apontam que neste cargo as chances serão para as áreas de apoio especializado/programação, área administrativa/segurança judiciária e administrativa.

Já o cargo de Analista poderá ser disputado por pessoas que possuam ensino de nível superior nas especialidades de apoio especializado/taquigrafia, apoio especializado/análise de sistemas, apoio especializado/suporte em tecnologia da informação, apoio especializado/contabilidade e área administrativa e jurídica.

Um Analista do TST possui uma remuneração inicial mensal no valor de R$ 10.119,93.

Embora ainda não exista informações em relação ao número de vagas disponibilizadas no certame, desde o ano de 2014 já tramita no Senado um projeto de lei que foi criado por Antônio Levenhagen ,que é ministro e que segundo o documento visa a oferta de 270 vagas no quadro de servidores do Tribunal Superior do Trabalho do Distrito Federal.

Nesse sentido, se você se interessa em realizar o novo concurso do TST do Distrito Federal, a recomendação é que você já comece a se preparar, pois a expectativa é de que nas próximas semanas o edital de abertura seja publicado pela banca organizadora.

Os concursos do TST são sempre muito concorridos, prepare-se e conquiste um emprego que te ofereça um bom salário e principalmente segurança e estabilidade.

Sirlene Montes

Concurso TST 2017 – Novo Edital em Breve

Edital de abertura do concurso deverá ser divulgado ainda no primeiro semestre de 2017.

Para os concurseiros de plantão que residem no Distrito Federal, as notícias que chegam são muito favoráveis. É que já está em andamento os trâmites da elaboração do concurso público do TST (Tribunal Superior do Trabalho), que atua no Distrito Federal. Segundo informações preliminares, o edital com todas as informações do certame deve ser publicado neste primeiro semestre de 2017.

A realização desse novo concurso já havia sido confirmada desde o ano passado, quando o Tribunal Superior do Trabalho anunciou que no ano de 2017 novas vagas em seu quadro de servidores seriam abertas para os cargos de analista e técnico, principalmente pelo fato de que o último concurso público realizado já está quase vencendo.

Embora ainda não tenha sido publicado, o edital com as informações sobre vagas, salários e carga horária, algumas informações extraoficiais já existem.

Por exemplo, para concorrer ao cargo de Técnico os interessados precisam ter ensino médio completo e formação técnica em algumas especialidades. O salário inicial é no valor de R$ 8.535,24 mensais.

Já para o cargo de Analista os interessados precisam possuir curso de nível superior em especialidades diversas. O salário de um analista do TST é o equivalente a R$ 13.399,17.

Como o processo já está em andamento, o passo seguinte é contratar a empresa que ficará responsável pela organização do certame.

Ainda não se sabe com precisão o número de vagas que serão disponibilizadas para a concorrência, mas existe um projeto de lei, um PCL, que está tramitando no Senado e que pede a criação de mais de 250 vagas no quadro de servidores do TST.

O último concurso público realizado pelo TST aconteceu no ano de 2012. Na ocasião foram disponibilizadas 37 oportunidades para lotação imediata e para a formação de Cadastro Reserva. A banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas e se inscreveram para a concorrência mais de 70 mil pessoas.

Nesse sentido, a recomendação é de que os interessados em prestar o concurso do TST do Distrito Federal já comecem a se preparar pois ao que tudo indica a publicação da edital abertura do período de inscrições e realização da prova acontecerá em breve.

Sirlene Montes

Concurso Público TST 2017 – Edital em Breve

Seleção deverá ofertar vagas para analista e técnico. Ainda não há data para divulgação do edital.

Apesar da crise econômica que assombra todo o cenário brasileiro desde 2016, o ano de 2017 teve início com novas perspectivas de empregos. O TST informou nas primeiras semanas de janeiro que realizará um concurso público para preencher a demanda de empregos da instituição que fica no Distrito Federal.

Durante o fim de 2016, o órgão já avisava ter planos de modificar sua programação ao longo de 2017, com novas oportunidades de emprego, principalmente nas funções de técnico e analista nas diversas áreas da instituição. Na época, levantou-se sobre a pressa em que as coisas tomavam seus rumos. Contudo, esse ano acaba o prazo daqueles selecionados anteriormente.

Estão aptos a concorrerem pelo cargo de técnico aqueles que possuem o diploma de conclusão do Ensino Médio emitido pelo próprio MEC ou em algumas áreas é necessário um comprovante do curso técnico. O salário inicial pode variar, mas geralmente gira em torno de R$ 8.600,00.

Por outro lado, o cargo de analista requer que o candidato tenha obrigatoriamente o diploma de nível superior. Caso tenha alguma especialização ou outros cursos no diploma, o salário poderá variar, todavia estima-se que chegue a aproximadamente R$ 13.400,00.

No momento, o concurso do TST espera pela confirmação do governo e logo após isso acontecer, é preciso que os idealizadores da seleção escolham a banca que elaborará as provas.

Há um projeto de lei da câmara que quer que o TST crie aproximadamente 300 novos postos de emprego.

A maioria das vagas disponíveis no PLC são dedicadas à carreira de analista judiciário e devem obrigatoriamente ser ocupadas através de concursos

No ano de 2012, o TST teve cerca de 100.000 inscritos em seu concurso público. Contudo, eram oferecidas apenas 37 vagas. A banca elaboradora da prova foi a Fundação Carlos Chagas.

Nesse concurso, no nível mediano houve disputa de concorrentes nos cargos de administração e programação.

Para aqueles que possuem o diploma de nível superior a concorrência foi nos cargos de analista nas demais áreas de administração, contabilidade, programação e análise na área da saúde.

A banca elaboradora decidiu formar a prova com questões objetivas para todos os inscritos. Todavia, foi aplicada uma redação para aqueles que candidataram-se as vagas de analista e por fim, os programadores tiveram que analisar diferentes casos durante a aplicação da prova.

Sirlene Montes

TST pode realizar Novo Concurso Público para Nível Médio e Superior

Seleção ofertará 270 vagas. Proposta de concurso ainda está em análise pelo Senado Federal.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) está com um projeto de lei em análise pelo Senado Federal para abertura de 270 vagas de analista judiciário. As vagas serão para atuar como Analista Judiciário para a área judiciária, Analista Judiciário na área administrativa, Analista Judiciário especializado em taquigrafia, Técnico Judiciário para a área administrativa e Técnico Judiciário com especialiadade em segurança judiciária.

Para participar do concurso os cargos exigem requisitos conforme as atribuições do cargo.

Confira abaixo os requisitos solicitados conforme a área de atuação:

Analista Judiciário – Área Judiciária
– Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Graduação em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Analista Judiciário – Área Administrativa
– Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Analista Judiciário com especialidade em Taquigrafia
– Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Técnico Judiciário – Área Administrativa
– Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Técnico Judiciário com especialidade em Segurança Judiciária
– Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), além de Carteira Nacional de Habilitação na Categoria D ou E.

De acordo com os editais, está previsto que a jornada de trabalho seja de 40 horas ou 35 horas semanais, se preferir fazer as 7 horas diárias diretas sem horário de almoço. Os profissionais receberão VPI de R$ 59,87, auxílio alimentação de R$ 710 e também benefícios como cursos de capacitação e de qualificação.

Os salários variam conforme os cargos e área de atuações, sendo que a remuneração prevista é de até 9 mil reais.

Todos os inscritos realizarão provas objetivas de conhecimentos gerais, específicos e para algumas áreas também serão aplicadas provas direcionadas para avaliação dos cargos oferecidos.

Confira todas as informações do edital: http://www.tst.jus.br/documents/10157/64618/Edital+1-2012 e aproveite para começar os estudos!

Por Luana Lima