Concurso TRT-RJ 2017 – Comissão Organizadora é Formada

Certame deverá ofertar vagas de nível médio e superior.

Para os concurseiros que aguardam ansiosamente o Concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 1 ª Região do Rio de Janeiro (TRT/RJ), temos uma boa notícia. Já foi iniciado todos os trâmites para que seja realizado o concurso do órgão para as funções de técnico e analista judiciário.

O certame foi autorizado no dia 6 de abril, ocasião em que todos os membros componentes da banca organizadora foram nomeados e a quantidade de vagas ainda está sendo definida.

Para os candidatos concorrerem ao cargo de técnico, terão que possuir ensino médio completo e para o cargo de analista, devem ter concluído graduação em qualquer área do conhecimento.

Os vencimentos para técnicos podem variam entre R$ 7.260,40 e R$ 8.308,17. Para os analistas variam entre R$ 11.035,90 e 13.064,99, variando de acordo com a área de atuação.

Para exercer o cargo de técnico, serão oferecidas oportunidades nas áreas administrativa, segurança e enfermagem. Para atuação na área administrativa, além do ensino médio, o candidato deverá possuir habilitação na categoria D e se for optar pela área de enfermagem, o interessado deverá possuir formação técnica. Já para os cargos de analista, as oportunidades oferecidas serão nas áreas administrativa e judiciária, em que o candidato deverá possuir formação em direito para exercer o cargo de oficial de justiça.

O último concurso do TRT/RJ aconteceu em 2014 e na ocasião foram oferecidas 77 vagas para cargos de nível superior. Segundo representantes do órgão, se faz extremamente necessário a realização de um novo certame, pois existe uma carência de profissionais em diversas áreas do TRT da capital carioca. Muitos funcionários já se aposentaram e os que ainda permanecem na ativa, não estão dando conta da alta demanda de serviço que o órgão demanda. Existem muitos processos parados por falta de profissionais e por isso, todos os candidatos já devem ir sem preparando para o aguardado concurso, pois a expectativa é grande em relação a publicação do edital.

Se você deseja salários atrativos, aposentadoria diferenciada, estabilidade financeira e demais mordomias do funcionalismo público, não perca mais tempo e fique atento ao edital. Boa sorte a todos.

Rodrigo Souza de Jesus

Concurso TRT-RJ 2017 – Seleção deve Acontecer Este Ano

Certame deverá ofertar vagas para nível médio, técnico e superior. Salários podem chegar a R$ 14 mil.

O Tribunal Regional do Trabalho 1ª Região, que abrange o estado do Rio de Janeiro, deve divulgar edital ainda este ano. De acordo com a diretoria, o documento já começou a ser estruturado e deve ter oportunidade para nível médio, técnico e superior. A informação foi fornecida diretora de gestão de pessoas do TRT 1ª região: Sônia Regina de Freitas Andrade.

De acordo com ela, os procedimentos internos para a elaboração do edital já começaram e a expectativa é que o documento seja publicado no segundo semestre e a comissão do concurso deve ser estabelecida em abril. Desta forma, os interessados devem começar os estudos, pois este é um dos certames mais esperados deste ano, principalmente para quem almeja ingressar na carreira trabalhista.

O último edital organizado pelo TRT da 1ª Região foi em 2012 e a banca responsável foi a Fundação Carlos Chagas (FCC), e contemplou oportunidades para as carreiras de técnico e analista. Para a função de técnico judiciário da área administrativa, por exemplo, o concurso teve 38 vagas.

A remuneração para nível médio pode chegar a mais de R$ 6 mil e para nível superior mais de R$ 10 mil. As disciplinas cobradas variavam de acordo com o cargo. Por exemplo, para a função de nível médio os candidatos foram avaliados por meio de 10 questões de português, 05 de matemática e raciocínio lógico, 05 de informática e 40 de conhecimentos específicos.

Como começar a estudar para este certame?

Faça um planejamento de estudo de acordo com o último edital publicado, que pode ser acessado por meio deste link: http://www.trt1.jus.br.

Organize a sua rotina e faça um planejamento com as disciplinas que serão estudadas diariamente. Foque em teoria, revisão e exercício.

Como a banca ainda não foi definida, faça muitas questões da Fundação Carlos Chagas (FCC), que é foi a organizadora do último certame.

Concilie a sua rotina com atividades físicas e uma alimentação saudável.

Além do TRT da 1ª Região, também estão previstos outros concursos da mesma área, como do TRT de Santa Catarina e do TRT de Goiás. Que tal focar?

Invista em bons materiais para começar a sua preparação e não desista até chegar aonde deseja. Sucesso no seu caminho!

Por Babi

Concurso TRT 18 (GO) 2017 – Edital será divulgado em breve

Certame irá ofertar diversas vagas de emprego.

Temos uma excelente notícia para todos aqueles que sonham com estabilidade profissional, altos salários e demais regalias oferecidas pelo serviço público federal brasileiro. O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás permitiu a plena inclusão de outros cargos ao concurso que será realizado cujo edital deverá ser publicado em breve, gerando muita expectativa entre os concurseiros de todo o estado.

O cargo adicionado foi o de analista judiciário destinado a médicos e dentistas do trabalho, além de serem para o cadastro de reserva do órgão. A inclusão dessas novas vagas se faz necessária, pois vários profissionais da área da saúde do órgão já se aposentaram, aumentando a demanda de serviço para os que ainda se encontram na ativa.

A autorização para o esperado concurso foi dada em janeiro deste ano e se destina ao preenchimento de 4 vagas para a função de técnico judiciário especialista em saúde bucal, 1 vaga para a área de enfermagem e 1 vaga para a função de analista judiciário com especialização em estatística.

As áreas de tecnologia da informação e administrativa formam o cadastro de reserva e a comissão que organizará o concurso ainda não foi escolhida.

Todas as informações sobre data e locais das provas, carga horária e demais benefícios trabalhistas serão informados no edital, que já é aguardado ansiosamente pelos candidatos.

O último concurso do TRT 18 aconteceu em 2013 e o prazo tem previsão de expirar em novembro próximo. Se tivermos como base as provas exigidas no concurso anterior, as disciplinas serão de: língua portuguesa, conhecimentos gerais, conhecimentos específicos, prática e aptidão física, noções de direito em diversas áreas, matemática e raciocínio lógico, noções de regime interno do TRT 18, noções de gestão pública.

As remunerações previstas para o cargo de técnico será em torno de R$ 7.591,37 e para analista será de R$ 12.455,30, aproximadamente. Os aumentos serão consecutivos a cada ano de trabalho e se você se interessou em tentar uma vaga no TRT 18, é melhor ir se preparando o mais rápido possível.

Boa sorte aos candidatos.

Por Rodrigo Souza de Jesus

Concurso TRT-BA 2017 – Seleção Aguarda Votação no Senado

Certame deverá ofertar vagas para Analista Judiciário.

Um concurso público é sempre visto como uma boa oportunidade de se conseguir um bom emprego. Nesse sentido, sempre que a realização de um concurso é anunciada, os interessados já começam a se preparar para as provas. Dessa forma aconteceu com os interessados do Concurso Público do Tribunal Regional do Trabalho de 5ª Região, que possui sua sede na cidade de Salvador, capital do estado da Bahia, desde a seu anúncio há um ano. Contudo o concurso ainda não aconteceu.

Na realidade, no dia 1º do mês de março, última quarta-feira, o projeto do concurso público do TRT de Salvador completa um ano de espera por votação no Senado Federal.

O projeto de lei que completou seu primeiro aniversário prevê a disponibilidade de 49 postos de trabalho, sendo todas as vagas para a função de Analista Judiciário com especialidade em TI, Tecnologia da Informação, no Tribunal Regional do Trabalho do município de Salvador.

A previsão era de que deliberação ocorresse no dia 29 do mês de fevereiro de 2016, contudo, os senadores não deliberaram sobre e não existe nem uma resposta até o momento.

Segundo informações, poderiam concorrer a esse cargo pessoas com formação superior na área de informática. O salário inicial de um analista judiciário de TI atualmente está em torno de R$8.803,97.

A realização desse concurso é para responder a uma real necessidade que o TRT da Bahia possui em seu quadro de servidores, atendendo a uma resolução que pertence ao Conselho Nacional de Justiça que estipula uma estrutura funcional de forma que os servidores terceirizados sejam substituídos por servidores que sejam efetivos nas áreas de TI, que hoje são consideradas áreas estratégicas, determinando assim o número de profissionais que cada Tribunal deve possuir.

Segundo essa norma, esse setor que abrange a gestão de TI deve ter no mínimo 120 profissionais para atendimento de um número de usuários que vai de 3.000 a 5.000. Contudo, os números atuais apontam a existência de 71 servidores efetivos que realizam atendimento a 2.700 usuários, o que atesta a necessidade da realização desse concurso.

Se o projeto for aprovado no Senado, ele segue para que o presidente da República o sancione.

Dessa forma, resta aos interessados continuar aguardando.

Sirlene Montes

Concurso TRT-GO 2017 – Comissão de Seleção é Definida

Seleção deve ofertar vagas para técnico e analista judiciário.

Que tal focar os seus estudos no concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª região, que tem sede em Goiânia? A comissão já foi formada e a expectativa é que o documento seja divulgado em pouco tempo. O certame já foi autorizado por meio da Resolução Administrativa 175/2016, que prevê 04 vagas para o cargo de técnico judiciário e cadastro reserva para as carreira de analista.

O último concurso realizado pelo Órgão ocorreu no ano de 2013 e o atual certame vence no mês de novembro deste ano. Na época, contou com 10 vagas para técnico e analista. Que tal aproveitar a oportunidade e começar os seus estudos?

Para a carreira de técnico, é necessário ter nível médio. Já para analista é preciso ter nível superior, que varia de acordo com a área. As remunerações são de R$ 5.365,92 e R$ 8.803,97, respectivamente.

No último concurso para técnico, foram cobradas as disciplinas de português, direito do trabalho, processo do trabalho, gestão pública, regimento interno, direito administrativo, constitucional e raciocínio lógico matemático. Além disso, para o cargo foram convocadas mais de 200 pessoas.

Como estudar para este concurso?

O TRT é um dos principais concursos do País, por isso, é fundamental ter foco, para criar uma base inicial nas disciplinas, sobretudo em português, direito (administrativo e constitucional) e processo do trabalho.

Você tem disponibilidade para mudança? Geralmente, há muitos concursos de TRT’S e estão previstos vários, como por exemplo, do TRT da 12 ª região. Desta forma, ao iniciar os seus estudos para o TRT de Goiânia, você pode manter o foco e tentar outros.

Faça um planejamento e adapte-se a sua rotina aos estudos. Elabore um planejamento e invista em materiais atualizados e específicos para o certame. Além de livros, leia sempre a legislação. Coloque o seu quadro de estudo em um local visível.

Comprometa-se com o seu sucesso e dedique-se aos estudos com muita determinação, para alcançar a classificação. Com planejamento e esforço é possível alcançar a aprovação.

Equilibre a sua rotina com alimentação saudável e atividade física. Tenha tempo para caminhar, relaxar e curtir a sua família e amigos. Confie na sua capacidade para vencer e, principalmente, no seu potencial.

Boa sorte e muito sucesso na jornada!

Por Babi

Concurso TRT-18 2017 (GO) – Edital em Breve

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região deverá ofertar 6 vagas imediatas mais a formação de cadastro reserva.

O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, no estado de Goiás, também conhecido como TRT-18, disponibilizou informações sobre a autorização de seu mais recente concurso público, que visa ao preenchimento de seis vagas imediatas para candidatos de nível médio, técnico, superior. Os cargos são de técnico e analista judiciário. Além da ocupação imediata das vagas, haverá também criação de CR (cadastro reserva).

O último concurso foi realizado em 2013, com 10 vagas no total, também para os cargos de técnico e analista. Este concurso terá a validade expirada no final do ano, em novembro. O novo concurso, para 2017, já foi autorizado e o Edital será disponibilizado em breve.

As vagas foram disponibilizadas para candidatos que tenham concluído ensino médio ou curso técnico nos ramos de enfermagem (uma vaga) ou saúde bucal (4 vagas). Já os candidatos com nível superior devem ser formados, ou concluir o curso até data limite, que será especificada no edital, nas áreas de estatística (1 vaga), enfermagem (uma vaga), administração (cadastro reserva) e tecnologia da informação (cadastro reserva).

A remuneração inicial será de R$ 6.167,99 para os profissionais de nível médio/técnico e de R$ 10.119,93 para o cargo de analista (nível superior), além de todos os benefícios oferecidos pelo órgão.

No último concurso do TRT/GO a comissão organizadora responsável foi a Fundação Carlos Chagas. Esse ano os organizadores ainda não foram selecionados. No ano de 2013 o certame contou com prova objetiva de múltipla escolha. Foram 50 questões sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos para nível médio. Já os candidatos de nível superior foram avaliados por meio de 60 questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos. Além disso, todos os concorrentes realizaram um teste discursivo.

Para se inscrever o candidato deve antes se certificar de atender a todos os requisitos especificados para se apossar do cargo: possuir mais de 18 anos no momento da posse; ter a escolaridade exigida para o cargo escolhido; ter sido aprovado em todas as fases do concurso; ter em mãos todos os documentos comprobatórios necessários, como certificados; estar em dia com as obrigações militares (no caso de candidatos do sexo masculino) e eleitorais.

A Secretaria de Orçamento e Finanças do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás afirmou que os custos necessários para a realização do certame já estão incluídos no programa de orçamentos para 2017.

Por Fábio Santos

Concurso Público do TRT-SE 2016-2017

Seleção irá ofertar vagas para Técnico e Analista Judiciário.

Conforme o edital nº 01/2016 do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região, publicado no dia 21 de setembro de 2016, as inscrições para o Concurso do TRT-SE estarão abertas no período de 26 de setembro de 2016 ao dia 26 de outubro de 2016. As inscrições para o concurso de nível médio e superior serão recebidas pela Fundação Carlos Chagas (FCC). As vagas disponíveis são para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário, sendo que a de técnico judiciário exige nível médio e inclui tecnologia da informação, administrativa e enfermagem. Já a função de analista judiciário é somente para nível superior e inclui: oficial de justiça avaliador federal, administrativa, judiciária, estatística, comunicação social, engenharia civíl, contabilidade, enfermagem, fisioterapia, odontologia e medicina do trabalho.

Este concurso está destinado para suprir as vagas imediatas (sendo quatro para o nível médio e duas para o ensino superior) e para o cadastro de reserva, ou seja, para as vagas que vierem a surgir dentro do período de validade de dois anos deste edital. Os salários são de R$ 5.934,16 a R$ 9.736,27, de acordo com o cargo. A jornada semanal de trabalho é de 40 horas e o valor das inscrições é de R$ 90,00 para nível médio e R$ 110,00 para as vagas de nível superior.

As inscrições devem ser feitas apenas pela internet, através do site da Fundação Carlos Chagas. O prazo para pedir a isenção da taxa é do dia 26 de setembro até o dia 30 de setembro de 2016, neste caso o candidato deve estar cadastrado em Programas Sociais do Governo e ser de família de baixa renda.

A prova será realizada no dia 4 de dezembro de 2016, em Aracaju – Sergipe. O local e horário será divulgado posteriormente no site da FCC. Pela manhã a prova será destinada aos inscritos para os cargos de nível médio e a tarde para os inscritos nas vagas de nível superior.

A prova será dividida em três etapas, a primeira será a prova objetiva, onde os candidatos irão responder questões sobre conhecimentos gerais, específicos, raciocínio lógico-matemático, língua portuguesa, noções de direito administrativo e de informática. A segunda etapa é a prova discursiva, que inclui um estudo de caso e a terceira é dissertativa, que inclui uma redação.

Fabiana da Rosa.

Novo Concurso Público do TRT-20 é Autorizado

Certame será organizado pela Fundação Carlos Chagas e terá vagas para Técnico e Analista.

Direcione os seus estudos: o edital do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª região foi autorizado. A expectativa é que o documento seja publicado no segundo semestre deste ano e a organizadora será a Fundação Carlos Chagas (FCC). Além disso, o número de vagas não foi definido e o certame oferecerá oportunidades para nível médio e superior.

O cargo de técnico, nível médio, tem remuneração inicial de R$ 5.425,00. Já o cargo de analista, superior, oferece uma remuneração de R$ 8.803,00. O último concurso para o Órgão ocorreu no ano de 2011 e na época contou com 3 vagas imediatas. Os interessados foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, que foram aplicadas em Aracaju. Apesar das poucas vagas imediatas, até o momento o TRT convocou 37 pessoas para o cargo de analista e 83 para o cargo de técnico.

Com a concorrência alta, antecipar os estudos é fundamental para tentar garantir uma boa classificação neste concurso. Por isso, não perca tempo e comece a fazer um planejamento de estudo, para ganhar tempo e conhecimento nas disciplinas do cargo.

Como fazer uma boa programação de estudo?

Organize os seus compromissos pessoais: faculdade, trabalho, academia, entre outros. Em uma planilha escreva tudo de forma organizada. Por exemplo, você pode fazer duas colunas de horário e dia da semana.

Separe o seu tempo de estudo. Foque em qualidade, ou seja, não perca tempo se lamentando que tem uma ou duas horas para estudar. Faça o seu melhor dentro do seu limite.

Monte a sua planilha com base em teoria, exercício e revisão. Faça muitas questões da banca FCC, que é a organizadora do concurso do TRT da 20ª Região.

As provas de português da banca são muito bem elaboradas e com questões complexas de interpretação de texto. Portanto, estude muito o conteúdo e treine, para garantir um bom desempenho no dia do concurso.

Separe tempo para o lazer e descanso. A rotina de estudo não é fácil, por isso, respeite o seu ritmo.

Mantenha na mente a sua força de vontade para conquistar uma das vagas neste certame e saiba o porquê você quer tanto passar. Motivação é imprescindível para superar os obstáculos.

Confie no seu potencial para conseguir a aprovação. Boa sorte e muito sucesso!

Por Babi

Novo Concurso do TRT-20 terá FCC como Organizadora

Seleção irá oferecer vagas para Analista e Técnico Judiciário. Edital deverá ser divulgado em breve.

Foi autorizado um novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região, que engloba o Estado do Sergipe. As chances são para nível médio e superior de ensino. O edital deve ser publicado em breve.

A empresa organizadora deste certame será a Fundação Carlos Chagas, a FCC. Ela é responsável pelas seleções do órgão desde 2002. Ainda não há uma confirmação sobre o número de vagas e de cargos do concurso, mas as chances serão para funções de analista e técnico judiciário.

As vagas:

Analista Judiciário da Área Judiciária e Especialidade em Execução de Mandados necessita de formação em Direito. Analista Judiciário na Área Administrativa requer o nível superior completo em qualquer área. Técnico Judiciário na Área Administrativa necessita de nível médio ou equivalente completo.

Em termos de remuneração, os salários poderão chegar até o valor de R$ 10.425, sempre de acordo com a função exercida. Haverá também alguns benefícios como é o caso do adicional de qualificação e adicional de cursos que foram feitos para capacitação.

O último certame do tribunal aconteceu no ano de 2011 e teve a disponibilidade de 03 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva também para as funções de analista e técnico judiciário. Os vencimentos ficavam em R$ 6.611 para analista e R$ 4.052 para técnico.

Dicas para concurseiros:

  • O seu planejamento de estudo é uma meta que você deve seguir. Porém, como a vida é muito dinâmica, imprevistos podem ocorrer e isso não deve abalar o concurseiro.
  • Ao final de cada mês é necessário que você faça uma análise de seu planejamento e ajustar tudo o que é necessário para o próximo mês.
  • Quando o concurseiro observa que em certo período de estudo as coisas não rendem como o esperado, é necessário procurar as causas e fazer as correções. Caso tenha menos tempo para estudar que o planejamento feito, reduza seus períodos.
  • Vão acontecer alguns períodos do estudo que o rendimento será menor. Problemas acontecem, mas o importante é que a pessoa não pare de estudar mesmo nesses momentos.
  • Evite passar a matéria a limpo. Isso faz você perder tempo. O correto é elaborar pequenos resumos.

Concurso TRT1 (RJ) 2016 – Vagas para Juiz Substituto

Certame oferece 11 oportunidades com salários de até R$ 27 mil. Inscrições podem ser feitas até o dia 17 de março de 2016.

Profissionais da área de Direito que queiram dar um prosseguimento na carreira jurídica poderão se candidatar ao mais novo concurso público de provas e títulos do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, que fica situado no Rio de Janeiro, que no pleno uso de suas atribuições que lhe são conferidas a legislação em vigor, elaborou e publicou em diário oficial um edital que visa normatizar e estabelecer regras de um concurso público que irá selecionar 11 profissionais de nível superior.

Os 11 profissionais selecionados por meio do concurso serão nomeados no quadro de profissionais do Tribunal Regional na função de Juiz do Trabalho Substituto cuja remuneração definida e pertinente a essa função descrita na legislação brasileira é de R$ 27.500,17.

Os principais requisitos para candidatura são os seguintes: ter até ao término do prazo de inscrições do concurso, três anos de atividade jurídica comprovada, possuir diploma em instituição reconhecida pelo MEC de Bacharel em Direito, não ter antecedentes criminais e nem responder processo ou ter respondido processo desabonadores no exercício profissional.

Aos candidatos negros ficou estabelecido no edital que a porcentagem reservada do total de vagas será de 20% e 5% aos candidatos portadores de necessidades especiais.

Os interessados em confirmar a sua participação nesse concurso público deverão preencher formulário de inscrição que está disponível no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br).

O período compreendido para o recebimento de inscrições será iniciado no dia 17 de fevereiro e finalizado no dia 17 de março de 2016.

Em relação à taxa de participação ficou definida para ser cobrada no valor único de R$ 165,00. A taxa deve ser paga via boleto em qualquer agência bancária.

O processo de seleção dos candidatos será feito em diversas etapas, sendo que a primeira será feita através de uma prova objetiva seletiva e a segunda por uma prova escrita discursiva. As demais serão sucessivamente as seguintes: inscrição definitiva, sindicância da vida pregressa, investigação social, exame de sanidade mental e física, exame psicotécnico, prova oral e por fim uma avaliação de títulos, visando classificar os candidatos em ordem decrescente.

Todos os eventos inerentes ao processo de seleção serão realizados na própria cidade de Rio de Janeiro.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Concurso do TRT-SP da 2ª Região 2016 – Vagas para Juiz do Trabalho Substituto

Seleção oferece salários de R$ 27 mil e as inscrições podem ser feitas até o dia 16 de fevereiro de 2016.

Procurando fazer um concurso público e ainda é morador do estado de São Paulo? Saiba que o TRT da 2ª Região já está com inscrições abertas para o preenchimento das 133 vagas do seu mais novo concurso público. Segundo informações, a inscrição iniciou nesta segunda-feira e visa contratar profissionais para o cargo de Juiz.

O Concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região aponta que para concorrer a uma das vagas é necessário que o indivíduo se enquadre nos requisitos do edital, precisando ter três anos de atividade jurídica exercida após a obtenção do grau de bacharel em Direito.

Quem estiver interessado no concurso do TRT, a inscrição preliminar já pode ser preenchida através do site da unidade responsável, que é site www.trtsp.jus.br. Vale ressaltar que o individuo tem até às 14h do dia 16 de fevereiro de 2016 para preencher a ficha de inscrição preliminar, lembrando que o horário é de acordo com o de Brasília.

O Concurso Público do TRT da 2ª Região do estado de São Paulo exige o pagamento da taxa de participação que, segundo detalhes do edital, é de R$ 200,00. Todos os interessados devem enviar juntamente com o comprovante de pagamento a imagem (digitalizados) dos documentos que o edital solicita.

O Juiz do Trabalho Substituto aprovado deve receber a remuneração de R$ 27.500,17. Ainda com informações do concurso, o edital irá realizar Provas Escritas Discursivas, Objetivas e de Sentença. Haverá também Exame de Sanidade Física, Mental e Aptidão Psicológica, além de Sindicância da Vida Pregressa e Investigação Social, Inscrição Definitiva, Avaliação de Títulos e Prova Oral.

Para obter mais informações sobre o concurso basta acessar o edital completo no site do TRT-SP.

O Concurso Público do TRT-SP tem validade de até dois anos, podendo a critério do Tribunal ser prorrogado ou não uma vez por igual período.

Por Flavinha Santos

Concurso TRT-MG 2016 tem 19 vagas abertas

Certame oferece vagas para o cargo de Juiz de Trabalho Substituto.

O Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região do estado de Minas Gerais (TRT-MG) publicou edital com 19 vagas para o cargo de Juiz de Trabalho Substituto. A remuneração inicial para o concurso é de R$ 27.500,17. Para participar, é necessário ser bacharel em direito e ter experiência jurídica de 03 anos.

Os interessados em participar da seleção devem fazer a inscrição entre os dias 04 de janeiro e 03 de fevereiro de 2016. O valor da taxa é de R$ 220,00. Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas que estão previstas para serem aplicadas no dia 03 de abril. Além desta etapa, também terá duas provas escritas, fase de sindicância de vida pregressa e investigação social, exame de sanidade mental e física, psicotécnico, prova oral e avaliação de título.

O prazo de validade deste certame é de 2 anos e pode ser prorrogado pelo mesmo tempo. O responsável pelo certame é a Comissão de concurso e o edital pode ser acessado por meio deste link: www.trt3.jus.br.

Que tal ficar por dentro de algumas dicas de organização?

O concurso será formado por várias etapas. Por isso, fique atento a todas as legislações e súmulas que foram atualizadas nos últimos meses. A prova pode cobrar alguma modificação, por exemplo.

Estude de forma organizada e procure fazer um quadro de horário com as disciplinas que serão cobradas. Assim, você otimiza e economiza o seu tempo.

Crie oportunidade de estudo, ou seja, busque rever um conteúdo no horário de almoço ou aproveite para fazer exercício. Outra dica é ler durante uma viagem de ônibus, metrôs, entre outros transportes.

Motive-se diariamente, ou seja, não deixe a peteca cair. Estude diariamente até atingir o seu objetivo, por mais difícil que pareça. Além disso, não escute opinião de pessoas negativas, apenas acredite no seu potencial e na sua capacidade para vencer.

Sucesso e boa sorte, sempre!

Por Babi

Concurso do TRT-8 oferece 28 Vagas no PA e AP

Seleção oferece vagas para profissionais de nível médio e superior. Salários chegam a R$ 10 mil.

Quem está em busca de uma oportunidade de concurso para tentar uma vaga no funcionalismo público já pode se programar, pois a partir do dia 08 de janeiro de 2016 estarão abertas as vagas para o novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, dos estado do Pará e do Amapá.

O novo concurso será voltado para a contratação de profissionais de nível médio e técnico para candidatura aos cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário, para que sejam contratados 28 profissionais para início imediato nas vagas disponíveis.

Além das vagas de início imediato, também existirá uma quantidade de vagas para a formação de cadastro reserva de pessoal, sendo que de acordo com o edital publicado, as remunerações previstas aos novos contratados será de R$ 5.365,92 para Técnicos Judiciários e de R$ 8.803,97 para o cargo de Analista Judiciário.

Além das ótimas remunerações, o cargo de Oficial de Justiça Avaliador será o melhor remunerado, sendo pago mensalmente o valor de R$ 10.425,75.

Como já foi descrito no começo da matéria, as inscrições somente começarão a ser recebidas no dia 08 de janeiro e serão estendidas até o dia 27 do mesmo mês, sendo que o endereço eletrônico que será disponibilizado para inscrição é o da Cebraspe (http://www.cespe.unb.br/concursos/trt8_15).

As taxas referentes à inscrição serão cobradas nos valores de R$ 120 para cargos com exigência de nível superior e de R$ 90 para cargos com exigência de nível médio.

A avaliação dos candidatos ficou definida que será executada por meio de provas escritas objetivas versando de questões de múltipla escolha, a serem aplicadas no dia 13 de março de 2016, no período matutino para candidatos aos cargos de nível superior e vespertino para o cargo de nível médio.

As cidades sedes para realização do processo de seleção serão as cidades de Macapá, Marabá, Belém e Santarém.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Novo Concurso do TRT-23 já tem Edital Publicado

Seleção oferece 16 vagas e as inscrições podem ser feitas até o dia 22 de dezembro. Oportunidades são para profissionais de nível médio e superior.

Foi publicado o edital do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região, que abrange o estado do Mato Grosso. Organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso visa ao preenchimento de 16 vagas, que serão distribuídas entre as carreiras de nível médio e superior, em várias especialidades.

A carreira de analista judiciário conta com oportunidades nas áreas judiciária, administrativa e também de apoio especializado em várias funções como oficial de justiça avaliador federal, contabilidade, medicina do trabalho, fisioterapia, entre outros. Para a carreira de técnico, há oportunidades nas funções administrativa e de apoio especializado, que inclui área da tecnologia de informação e enfermagem do trabalho.

A jornada de trabalho é de 40 horas e a remuneração, que muda de acordo com o cargo, pode chegar a R$ 8.803,97. As inscrições começam no dia 26 de novembro e o prazo segue aberto até o dia 22 de dezembro. O valor da taxa de inscrição é de R$ 75,00 para o nível médio e de R$ 95,00 para nível superior.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, que estão previstas para serem aplicadas no dia 21 de fevereiro em Cuiabá, Mato Grosso. Na parte da manhã ocorrerá as provas para o cargo de técnico e no turno da tarde para as carreiras de analista.

O concurso tem a validade de dois anos e pode ser prorrogado pelo mesmo prazo. O edital completo e as inscrições podem ser acessados por meio deste link: http://www.concursosfcc.com.br/.

Como estudar para o TRT 23ª região?

  • Comece fazendo um planejamento dentro do seu tempo disponível. Invista em materiais de qualidade, bons professores e busque dar o melhor de si.
  • Além do TRT da 23ª região, estão previstos outras provas de tribunais como o TRT de Santa Catarina. Que tal focar e direcionar os seus estudos? O foco é essencial para a aprovação.
  • Durante os estudos e no momento da prova confie em seu potencial e mantenha a tranquilidade. Boa sorte e sucesso!

Por Babi

Concurso TRT 14ª Região tem previsão de logo ser divulgado

Certame será realizado pela FCC e oferecerá vagas para os cargos de Técnico e Analista. A previsão é de que o edital seja divulgado ainda neste ano.

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, que abrange os estados do Acre e de Rondônia, deve publicar um edital de concurso em breve. A organizadora do certame já foi escolhida: Fundação Carlos Chagas.

O certame vai oferecer oportunidades para a carreira de Técnico, que exige nível médio, e Analista, para quem tem nível superior. A remuneração, que muda de acordo com o cargo, pode chegar a R$ 8.803,97.

O último concurso realizado pelo órgão ocorreu no ano de 2014 e na ocasião foram oferecidas vagas para as carreiras de Analista. O concurso foi organizado pelo Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (IESES). A expectativa é que o novo edital do TRT da 14ª região seja publicado em poucas semanas.

Que tal conferir algumas dicas de estudo para ter sucesso na prova?

O TRT é o sonho de muitos concurseiros. Portanto, tenha uma boa preparação para fazer a diferença na prova. Estude por meio de materiais atualizados e faça um planejamento com as disciplinas do cargo que almeja.

Programe o seu dia em função do seu estudo. Lembre-se de que a aprovação deve ser sua prioridade neste momento. Deixe de lado questões negativas e invista na realização do seu sonho, mesmo que pareça impossível. Milagres acontecem para quem busca e luta por eles.

O seu tempo de estudo deve ser usado com sabedoria e produtividade, ou seja, procure dar o seu melhor, para garantir um bom resultado. Estude com foco e determinação, e procure mentalizar o que você quer. Desta forma, você vai estar passando mensagens para o seu subconsciente do que almeja, o que vai auxiliar no foco e na concretização do seu sonho.

Ao estudar, deixe o celular e as redes sociais de lado. Lembre-se de manter a concentração e marque o seu tempo de estudo por meio de um cronômetro. Anote os resultados da sua evolução.

Sucesso e boa sorte!

Por Babi

Concurso TRT da 9ª Região (PR) será realizado em breve

Certame irá oferecer oportunidades para cargos de Analista e Técnico Judiciário.

Concuseiros da região sul do País, sobretudo no estado do Paraná, terão uma ótima oportunidade para ingresso no funcionalismo público. O Tribunal Regional do Trabalho da 9º Região (TRT da 9ª Região) irá realizar um concurso público ainda este ano. O anúncio já foi feito no Diário Oficial da União, inclusive a Fundação Carlos Chagas (FCC) para ser a organizadora do certame.

As oportunidades:

A seleção vai oferecer oportunidades para os cargos de Analista e Técnico Judiciário. No momento, o órgão está buscando formalizar o contrato nos próximos dias. O próximo passo é a redação do edital normativo, que deve ser divulgado no DOU até o fim ano. Até o momento não foram informados quais serão os cargos oferecidas, as áreas que serão contempladas, salários, entre outros.

Há uma expectativa que as vagas sejam destinadas tanto para profissionais de nível médio quanto de nível superior, nos postos de Técnico e Analista Judiciário, com formação de plano de carreira. Da mesma forma como consta no extrato que dispensa a licitação para contratar a empresa organizadora do certame.

Último concurso:

A última seleção para admissão de profissionais para o Tribunal aconteceu no ano de 2012 e a validade terminou em 5 de agosto deste ano. Na seleção foram oferecidas 23 oportunidades, mais formação de cadastro de reserva. A seleção contou com vagas para profissionais de níveis médio, médio/técnico e superior e a organizadora também foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

As oportunidades foram destinadas as carreiras de Técnico Judiciário, nas áreas administrativas, sem exigência de especialidade, administrativa com especialidade em Segurança, apoio nas especialidades de Tecnologia da Informação e Enfermagem, analista judiciário, sem especialização (área judiciária), judiciária para Execução de Mandados, apoio especializado (Medicina e a Tecnologia da Informação).

A seleção contou com provas objetivas, para todos os candidatos, prova discursiva para determinados cargos, e teste físico para outros cargos. Os salários pagos atualmente são de R$ 4.947,95 e R$ 8.118,19, para Técnico e Analista, respectivamente. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Concurso TRT da 10ª Região será realizado em breve

Certame irá oferecer 45 vagas no cargo de Analista Judiciário da área de TI nas regiões do Distrito Federal e Tocantins.

Foi aprovado pela Comissão do Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara de Deputados o Projeto de Lei (PL) 7927/14 que se refere à criação de 45 vagas para a carreira de Analista Judiciário da área de Tecnologia de Informação (TI) para o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, que abrange o Distrito Federal e Tocantins.

Desta forma, este é mais um atrativo para quem almeja seguir a carreira pública no Tribunal. Para concorrer à oportunidade, o candidato deve ter nível superior na área de informática ou graduação superior em qualquer curso acompanhado de pós-graduação na área de Tecnologia de Informação. A remuneração para o cargo de Analista no TRT 10ª Região corresponde a R$ 8.803,97.

Porém, o projeto ainda esta em tramitação e falta ainda ser analisada por meio da Comissão de Finanças e Tributação e da Comissão de Constituição e Justiça. O último concurso realizado pelo Órgão ocorreu em 2012 e foi organizado pelo Cespe/Unb. O certame ainda está dentro do prazo de validade.

Que tal conferir algumas dicas de estudo para o TRT 10ª Região?

Durante o estudo é fundamental que você mantenha o foco. Procure fazer provas que tenham o conteúdo parecido. Não perca tempo atirando para todos os lados.

Faça um planejamento organizado. Coloque metas de estudo que devam ser cumpridas diariamente com revisões e a resolução de muitos exercícios. Por meio da realização de exercício, o candidato pode fixar o conteúdo e conhecer o estilo de cobrança da banca organizadora.

Estude em um ambiente tranquilo e com boa iluminação. Durante o estudo, não perca tempo acessando redes sociais ou verificando o celular. Deixe para fazer isso após concluir os seus estudos. Saber ter foco e aproveitar o tempo é fundamental para a sua classificação.

Não desista até conseguir a aprovação no concurso que almeja. Você é capaz de conseguir qualquer coisa.

Boa sorte e bons estudos!

Por Babi

Concurso TRT da 4ª Região (RS) 2015 abre vagas de emprego

Há oportunidades abertas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, com salários de R$ 8.863,84 e R$ 5.425,79, respectivamente.

Através da publicação do edital de nº 01/2015 tivemos o início oficial do concurso público do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. É importante destacar que o certame reserva, ao todo, nada menos que 18 vagas para ocupação imediata. Além disso, também haverá a formação de cadastro de reserva. A oportunidade é para a composição do Quadro Pessoal do referido órgão público. O mesmo possui sede na cidade de Porto Alegre e jurisdição no Estado do Rio Grande do Sul.

O certame aqui destacado é oferecido para candidatos de níveis médio e superior. Os cargos em questão são: Analista Judiciário, que exige nível superior; e Técnico Judiciário, que possui como exigência o nível médio.

Para aqueles que possuem nível superior e estão interessados no cargo de Analista Judiciário, saibam que os futuros contratados poderão atuar em uma das seguintes áreas que corresponde ao referido cargo: Judiciária (Direito); Apoio Especializado – Engenharia (Arquitetura ou Engenharia, com pós-graduação); Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal (Direito); Apoio Especializado – Tecnologia da Informação (Informática); Administrativa (qualquer curso superior). Um dos principais destaques do cargo de Analista é a remuneração inicial: R$ 8.863,84.

Os candidatos de nível médio poderão disputar o cargo de Técnico Judiciário. O cargo em questão possui as seguintes áreas de atuação: Administrativa ou Apoio Especializado (com ênfase em Tecnologia da Informação). O salário inicial do Técnico Judiciário é de R$ 5.425,79.

O período de inscrições já se encontra aberto e o seu encerramento se dará no dia 12 de agosto de 2015. O procedimento de inscrição deve ser feito por meio exclusivo da internet. Portanto, é necessário acessar o site oficial da Fundação Carlos Chagas – www.concursosfcc.com.br/concursos/trt4r115/index.html, que é a instituição responsável pela organização, bem como execução do certame. A taxa de inscrição será de R$ 90,00 (nível médio) e R$ 110,00 (nível superior). Os candidatos têm até o dia 24 de julho para a solicitação da isenção da taxa de inscrição.

Todos os candidatos devidamente inscritos no certame serão submetidos a provas escritas objetivas que serão de conhecimentos básicos e específicos. Além disso, também consta como parte do processo seletivo a prova de redação. Ambas serão aplicadas nas seguintes cidades: Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas e Santa Maria.

Por Bruno Henrique

Concurso TRT da 23ª Região 2015 tem vagas abertas

Certame oferece vagas para o cargo de Juiz do Trabalho Substituto.

O Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT 23), no estado de Mato Grosso, abriu edital para realização de seleção pública. O concurso visa ao preenchimento de 6 vagas mais formação de cadastro de reserva para Juiz do Trabalho Substituto. A remuneração inicial chega a R$ 27.500,17. A organização do concurso será da Fundação Carlos Chagas, responsável pelas etapas que compõem a seleção. Lembrando que 5% das vagas são reservadas aos candidatos portadores de necessidades especiais.

Para concorrer a uma das vagas, os interessados deverão ter diploma de bacharel em Direito, há pelo menos 3 anos de atividade, além 3 anos de atividade jurídica comprovada. Vale ressaltar que o diploma deve ser expedido por instituição conveniada ao Ministério da Educação.

Interessados poderão se inscrever somente pela internet, no site www.concursosfcc.com.br até o dia 21 de julho de 2015. Aos inscritos será cobrada uma taxa de participação no valor de R$ 275,00, paga em qualquer agência bancária até o vencimento do boleto.

A seleção será composta de provas de conhecimentos (prova objetiva), provas discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Ainda haverá a sindicância da vida dos candidatos, investigação social, além de avaliações físicas e sanidade mental. Por fim os candidatos ainda serão submetidos a exame oral e prova de títulos.

A prova objetiva está agendada para acontecer no dia 23 de agosto de 2015, sendo ela formada por 100 questões. Locais, horários e salas em que serão realizadas poderão ser verificados no site das inscrições em tempo hábil a realização da prova. O gabarito preliminar será disponibilizado até o dia 26 de agosto de 2015. As demais provas serão realizadas em datas e locais a serem informados com antecedência pela Fundação Carlos Chagas.

Segundo o edital, o certame será válido por 2 anos, os quais valerão a partir da data de homologação dos resultados. Este prazo pode ser prorrogado por mais 2 anos, segundo SOS critérios do  TRT 23.

Por Ana Rosa Martins Rocha

TRT da 4ª Região (RS) definiu a organizadora de seu Concurso

A Fundação Carlos Chagas será a banca organizadora do próximo concurso público do TRT da 4ª Região, situado no Rio Grande do Sul. O Edital poderá ser divulgado no 2º semestre de 2015.

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT 4), situado no Rio Grande do Sul, anunciou em seu Diário Oficial que já foi escolhida a banca organizadora para a realização do seu concurso público. A banca selecionada é a Fundação Carlos Chagas (FCC).

O custo de todo o trabalho que a banca realizará teve um orçamento no valor de R$ 2.345.000,00. Além deste gasto, será acrescentado o valor de R$ 34,90 em cada pessoa excedente que realizar a inscrição no certame. Os documentos contratuais entre o Tribunal Regional do Trabalho e a Fundação Carlos Chagas têm uma previsão de serem assinados o mais breve possível, uma vez que o lançamento do edital depende do fechamento desta parceria.

Conforme as informações que foram divulgadas pelo TRT 4, o órgão irá realizar dois exames seletivos neste ano de 2015. Existe uma previsão de que os editais sejam divulgados no 2º semestre deste mesmo ano de 2015.

Até o momento o TRT não decidiu a quantidade de vagas que serão disponibilizadas nesta seleção. Porém, já foram definidos os cargos que serão oferecidos. No 1º processo seletivo do órgão, serão ofertadas oportunidades para as carreiras de Técnico e Analista Judiciário, incluindo diversas áreas de atuação. No 2º exame seletivo, serão disponibilizadas oportunidades na profissão de Técnico Judiciário, no ramo administrativo e com especialização em segurança.

Atualmente, o salário no posto de Técnico Judiciário, onde os profissionais possuem formação técnica, corresponde ao valor de R$ 5.425,79. Já na colocação de Analista Judiciário com formação de nível superior, os rendimentos mensais são de R$ 8.893,84. Além da remuneração, os servidores também recebem complementos de qualificação e outros benefícios, como plano de saúde, vale-transporte, seguro de vida, plano odontológico e vale-refeição.

O certame anterior do órgão aconteceu no ano de 2012. Na época foram disponibilizadas 3 oportunidades na modalidade efetiva e a opção de formação de cadastro reserva na carreira de analista em diversas áreas de atuação. O salário dos funcionários correspondia a R$ 6.551,52. 

Por Felipe Couto de Oliveira