Concurso TJPE 2017 – Vagas Abertas

Certame do Tribunal de Justiça de Pernambuco tem 109 vagas de emprego disponíveis.

Foi divulgado pelo TJPE (Tribunal de Justiça de Pernambuco) um edital para concurso público que irá oferecer 109 vagas. Desse total de vagas, 60 estão destinadas para cargos de nível médio e 49 estão voltadas para cargos de nível superior. A distribuição dessas oportunidades ocorrerá por 15 polos do estado, havendo uma reserva de 5% dos cargos de trabalho para pessoas com deficiência e 20% das vagas para pessoas negras. As remunerações oferecidas para quem passar nesse concurso irão variar entre R$ 4.222,45 e R$ 5.502,12.

As inscrições para quem tiver interesse em participar terão início no dia 24 de julho de 2017 e ficarão abertas até o dia 24 de agosto de 2017. O valor da taxa de inscrição a ser paga pelos candidatos é de R$ 55 (para quem almejar os cargos que exigem nível médio) e de R$ 63 (para quem quiser uma vaga que exige nível superior).

O concurso oferecerá oportunidades para quem tem diplomas de ensino médio/técnico nos seguintes cursos: informática, sistemas de computação, manutenção e suporte em informática, rede de computadores, telecomunicações ou sistema de transmissão.

As oportunidades que exigem a formação superior completa são para os candidatos que têm diploma dos seguintes cursos: direito, psicologia, informática, serviço social, pedagogia, contabilidade e engenharias física ou mecânica (tendo a pós-graduação na área de informática).

O processo de seleção ocorrerá no dia 15 de outubro de 2017 e, neste dia, serão aplicadas as provas discursiva e objetiva (que é de múltipla escolha), tendo 50 questões, e sendo de caráter classificatório e eliminatório. Desse total de questões objetivas, 25 se referem a conhecimentos gerais em língua portuguesa, questões de raciocínio lógico e perguntas sobre a legislação, as outras 25 serão feitas com base nos conhecimentos específicos de cada área.

No que diz respeito ao exame discursivo, de acordo coma as informações disponíveis em edital, será feita a correção dos textos até a classificação que corresponda a 100 vezes o número de oportunidades por cargo/ por função/ por polo. A eliminação do candidato será feita caso ele não alcance 60% do total de pontos.

Por Iris Gonçalves

Concurso TJ-MG 2017 – Vagas

Concurso tem 15 vagas abertas. Inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de junho.

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) anunciou a abertura para concurso público com exigência de profissionais com ensino médio. O edital está regulado pelo número 1/2017 e segundo as especificações, uma parte dos aprovados serão contratados de forma imediata e outra parte para formar cadastro de reserva dos quadros de pessoal do Tribunal de 1ª Instância de Minas Gerais, que é composto pela Justiça Comum e Juizados Especiais.

No primeiro momento, para o trabalho imediato estão abertas 15 vagas. Cinco delas são para trabalhar como Oficial Judiciário, Classe D – Comissário da Infância e da Juventude; Dez vagas são para a função de Oficial de Apoio Judicial, Classe D também.

As vagas também contam reserva para pessoas com deficiência e para negros. Para se inscrever é preciso ter ensino médio completo. As provas serão realizadas pela organizadora Consulplan e pela Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (EJEF).

Os interessados em participar do processo seletivo precisam se inscrever entre os dias 19 de junho e 28 de junho de 2017. A taxa para a conclusão da inscrição custa no valor de R$ 60 reais para qualquer um dos cargos. O cadastro deve ser feito pelo site da empresa organizadora Consulplan: www.consulplan.net.

Os aprovados e convocados para assumirem o cargo terão uma carga horária de 40 horas semanais e o salário de R$ 3.457,01. Os profissionais poderão ser convocados para trabalhar em qualquer comarca do Estado de Minas Gerais.

As provas são elaboradas com questões de múltipla escolha e deverá ser aplicada no dia 24 de setembro de 2017, das 14h às 18h, na capital Belo Horizonte, Diamantina, Varginha, Governador Valadares, Uberlândia, Montes Claros e Juiz de Fora. O certame também contará com uma prova prática de digitação e todos os candidatos irão participar desta prova específica em Belo Horizonte, porém a data ainda não foi divulgada.

O resultado final do concurso será divulgado pelo Diário do Judiciário Eletrônico (DJE). O concurso é valido por 2 anos, podendo ser prorrogado uma vez por igual período. O candidato que ainda tiver alguma dúvida sobre o concurso poderá entrar em contato com a organização por e-mail atendimento@consulplan.com ou pelo telefone 0800 2834628.

O edital completo do Concurso do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais – 2017 está disponível em: https://goo.gl/2ekIaa.

Por Carolina Costa

Concurso TJ-MG 2017 – Inscrições, Vagas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais oferta 15 vagas de emprego para os cargos de Oficial de Apoio Judicial e Oficial Judiciário.

Para os concurseiros do estado de Minas Gerais, as notícias que chegam são animadoras. Trata-se do edital de abertura do novo concurso do TJMG, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que foi divulgado.

De acordo com informações do documento serão disponibilizados 15 postos de trabalho, nos quais há oportunidades para pessoas que possuam ensino médio completo cursado em instituição de ensino que possua reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura, o MEC.

Os cargos disponíveis na concorrência são de Oficial de Apoio Judicial, que deve atuar na Justiça comum e no Juizado especial e o cargo de Oficial Judiciário que deve trabalhar no Comissionário da Infância e da Juventude.

Embora sejam oficialmente oferecidas 15 vagas, normalmente o número de nomeados excede esse número.

São 10 vagas para o cargo de Oficial de Apoio Judicial e 5 para o cargo de Oficial Judiciário, além de outras vagas para compor o quadro de Cadastro Reserva (que tradicionalmente são nomeados junto com os primeiros aprovados).

Para quem se possui interesses na realização do concurso do TJMG, as inscrições serão iniciadas no dia 19 do mês de junho de 2017 e serão encerradas no dia 28 do mês de julho de 2017.

A empresa contratada para organizar todo o certame foi a Consuplan, que disponibiliza seu site para a realização das inscrições.

Para que a inscrição seja efetuada com sucesso os inscritos precisam pagar uma taxa cujo valor é RS60,00, que tem o dia 31 do mês de julho como última data para pagamento.

A realização das provas está prevista para o dia 24 do mês de setembro e serão aplicadas nas seguintes cidades do estado:

– Belo Horizonte;

– Governador Valadares;

– Diamantina;

– Juiz de Fora;

– Uberlândia;

– Montes Claros;

– Varginha.

Os candidatos ao cargo de Oficial de Apoio Judicial, além da prova objetiva a ser realizada no dia 24 de setembro, terão que realizar uma prova de digitação que ainda não possui data definida.

Segundo uma pesquisa realizada, atualmente existe um déficit de mais de 2.000 servidores no Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, o que sugere que deve ocorrer como no último concurso em que 1,2 mil candidatos foram efetivados em um concurso que a princípio era somente para formação e cadastro reserva.

Por Sirlene Montes

Concurso Previsto TJ-RS 2017 – Vagas para Analista e Técnico

Certame está previsto para ser realizado neste ano e terá vagas abertas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

A área judiciária é um dos campos que mais atrai pessoas no país. Prova disso são os números, cada vez maiores de indivíduos que se interessam por esse campo de conhecimento. Além da vantajosa remuneração que a área judicial oferece, a estabilidade também é outro atrativo. Devido a todos esses fatores, muitos concursos são abertos para preenchimento de vagas e um dos que prometem trazer grandes benefícios para aqueles que conseguirem um cargo é o Concurso do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que está previsto para acontecer neste ano.

No mês passado, foi autorizado pelo Conselho da Magistratura do município que ocorresse o concurso para este ano. Inicialmente, as vagas oferecidas serão para as categorias de Analista Judiciário e Técnico Judiciário. Ambas as funções são de vital importância, pois, elas são responsáveis por inúmeras tarefas dentro do Tribunal de Justiça, fazendo com que assim o trabalho dentro do órgão não se acumule ajudando os cidadãos a resolver as suas pendências o mais rápido possível. Em média, a remuneração para estes cargos são pagos mais de R$ 3.000,00.

O último concurso realizado pelo Tribunal de Justiça do estado do Rio Grande do Sul foi no ano de 2012, disponibilizando mais de 130 vagas.

Na ocasião para o exame de Técnico Judiciário foram cobradas cerca de 70 questões que estavam divididas em matérias como: Língua Portuguesa, Matemática, Tópicos de Legislação e Microinformática, todas as perguntas eram objetivas e para Matemática e Português o caráter do teste era classificatório e eliminatório. Para as outras áreas, era apenas classificatório.

Já para Analista Judiciário o concurso foi composto por 80 questões. Divididas entre Língua Portuguesa, Conhecimentos Específicos, Tópicos de Legislação e Microinformática, o teste também era composto por questões objetivas. Para Português e Conhecimentos Específicos o caráter também era de perguntas classificatórias e eliminatórias. Para as outras matérias, era só classificatória.

Este concurso é uma grande oportunidade para você que possui conhecimento e formação na área judicial. Fique atento ao site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, para mais informações, o endereço pode ser consultado aqui: www.tjrs.jus.br/site.

Também é importante que você analise com atenção a prova e o gabarito daquele ano, que podem ser vistos por aqui: www.faurgsconcursos.ufrgs.br/TJRS0112/TJRSEdital0112Provas.htm e www.faurgsconcursos.ufrgs.br/TJRS0112/TJRSEdital0112Gabaritos.htm.

Fiquem atentos, bons estudos e boa sorte!

Por Isabela Castro

Concurso TJ-SC 2017 é Autorizado

Certame deverá ofertar vagas de nível médio e superior.

Foi autorizado o concurso para o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), que terá oportunidades para analista administrativo, analista jurídico, oficial de justiça, arquiteto, técnico judiciário auxiliar, entre outros cargos. O certame deve contemplar nível médio e superior. A expectativa é que o edital seja divulgado no decorrer deste ano.

O concurso do TJ-SC abrangerá todo o estado e terá o prazo de validade de um ano, sendo prorrogável pelo mesmo período, a critério do Órgão. O processo para a abertura do concurso irá para a 1ª vice – presidência do Tribunal, para estabelecer alguns ajustes.

O último certame foi em 2014 e teve 32 vagas, sendo 16 para nível superior e o restante para médio. A remuneração podia chegar a mais de R$ 4 mil, dependendo do cargo. Para ser aprovado era necessário acertar pelo menos 50% do total da prova.

Para nível médio, foram cobradas 15 questões de português, 15 de noções de direito e 40 de conhecimentos específicos. Em relação à nível superior, teve 15 questões de português, 15 de noções de direito e 40 de conhecimentos específicos. Que tal começar a programar os seus estudos acessando o último edital do concurso? É só clicar aqui: https://www.tjsc.jus.br/concurso/servidores/edital20140034/edital_20140034.pdf.

Dicas para ter sucesso nos seus estudos:

O TJ-SC é uma excelente oportunidade para quem quer ingressar no judiciário. Como é um certame muito concorrido, estude antes de o edital ser publicado. Faça um planejamento que inclua as disciplinas básicas e específicas, de acordo com o tempo disponível que você tem.

Priorize a qualidade do seu estudo. Desta forma, ao começar a ler ou assistir à aula, desligue o seu celular e concentre-se para ter uma boa produtividade. Escolha um ambiente confortável, separe o café e mantenha o foco.

Por que você quer conquistar a vaga? Mantenha na sua mente os motivos. Isso vai ajudar a renovar as suas forças quando estiver muito cansado. Confie e acredite no seu potencial.

Invista em bons materiais e mantenha na sua rotina atividades físicas e uma alimentação equilibrada.

Que tal formar um grupo de estudos e chamar os seus amigos para se preparar para o concurso do TJSC? Boa sorte e sucesso!

Por Babi

Concurso TJ-PE 2017 – Organizadora Definida

Edital da seleção deverá ser divulgado até maio deste ano.

No estado de Pernambuco, o Tribunal de Justiça (TJ/PE) divulgou a confirmação, no último dia 17 de março, sobre a assinatura do contrato com a banca que será responsável pela organização do próximo concurso público para o órgão. A escolhida foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Além disso, vale lembrar que na última semana, membros do IBFC tiveram uma reunião com representantes da Secretaria de Gestão de Pessoas do tribunal com o objetivo de definir as especificações do cronograma do concurso. Com isso, a previsão é de que a publicação do edital ocorra até o mês de maio. A aplicação das provas está prevista para agosto.

Conforme as informações divulgadas até o momento, serão oferecidas aos concursandos um total de 60 vagas. Também será feita a formação de cadastro de reserva (CR). As vagas são distribuídas entre os cargos de técnico judiciário, analista judiciário e oficial de justiça.

Cargos oferecidos

O concurso do TJ/PE irá oferecer oportunidades nas seguintes funções e especialidades:

Analista na área de apoio especializado/psicólogo (10); analista na área de apoio especializado/analista de sistemas (CR); analista na área de apoio especializado/analista de suporte (CR); analista na área de apoio especializado/pedagogo (CR); analista na área de apoio especializado/assistente social (10); analista judiciário na área judiciária (20); oficial de justiça (10); técnico na área de apoio especializado/suporte técnico (CR); técnico na área de apoio especializado/programador de computador (CR) e técnico judiciário na área judiciária (10 vagas).

Para a carreira de técnico judiciário é necessário que os candidatos tenham formação de nível médio e curso técnico. O salário oferecido para a função é de R$ 4.002,33.

Para concorrer para as vagas de analista judiciário a formação exigida é de nível superior em diversos campos de atuação. O salário inicial é de R$ 5.215,28.

Último concurso do TJ/PE

O último concurso público do TJ/PE foi realizado no ano de 2011. Na época foram oferecidas 203 vagas, além da formação de cadastro pessoal.

A banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas. As funções que ofereceram vagas foram as de técnico judiciário nas áreas judiciária e administrativa, suporte técnico, programador de computador e técnico em enfermagem.

Analista judiciário também ofereceu vagas em mais de 10 áreas diferentes.

Para obter maiores informações acesse www.ibfc.org.br.

Por Denisson Soares

Concurso TJ-SC 2017 – Vagas para Juiz Substituto

Certame tem 5 vagas abertas para o cargo de Juiz Substituto.

Em tempos difíceis em que uma forte crise na economia vem assolando todo o país, a realização de concursos públicos vem se mostrando como uma ótima oportunidade para quem deseja um trabalho que ofereça segurança, estabilidade de bons salários.

Mas você já pensou em se tornar um juiz?

Se você respondeu que sum e reside no estado de Santa Catarina surgiu uma imperdível oportunidade. É que o TJ do estado, o Tribunal de Justiça, abriu as inscrições para o seu mais novo concurso público, que visa a efetivação de 5 cargos de juiz substituto.

O concurso do Tribunal de Justiça do estado de Santa Catarina disponibilizará para a concorrência o equivalente a 5 vagas, todas para a função de juiz substituto.

De acordo com informações do edital um juiz substituto possui uma remuneração mensal acima de R$ 22.521,20.

Das 5 vagas ofertadas uma é exclusiva para pessoas que possuem alguma deficiência e mias uma vaga para pessoas negras.

Para entrar para a concorrência de uma das vagas anunciadas, o interessado necessita ter formação de nível superior.

As inscrições tiveram início na última segunda-feira, dia 20 do mês de março, e devem ser encerradas no dia 18 do mês de abril deste ano.

As inscrições serão realizadas somente via internet, por meio do site da empresa responsável pela organização do certame, em www.concursosfcc.com.br.

Para ter sua inscrição efetuada com sucesso o candidato precisará pagar uma taxa cujo valor é equivalente a R$ 200.

A prova objetiva e discursiva está prevista para ser realizada no dia 28 do mês de maio de 2017. A banca organizadora avisará os inscritos quanto ao horário e local para a realização da prova.

Além dessa prova os candidatos classificados terão de passar por provas orais e de sentenças, cujas datas serão também informadas pela organizadora do certame. No total o processo de seleção dos novos profissionais deve acontecer por meio de cinco etapas.

A previsão de validade do concurso do TJ de Santa Catarina é de 2 anos, que podem ser prorrogados conforme determinação do órgão, pelo mesmo período.

Não deixe de fazer a sua inscrição e se preparar para as provas. Acesse o edital completo no site da empresa organizadora do certame e torne-se um juiz substituto.

Por Sirlene Montes

Concurso TJ-SP 2017 tem 206 Vagas Abertas

Certame prevê a contratação de profissionais para os cargos de Assistente Social Judiciário e Psicólogo Judiciário.

Estamos no terceiro mês do ano que é um período muito favorável para quem deseja prestar provas de concursos públicos. Aliás, os dados apontam que neste ano de 2017 o número de pessoas que realizaram e vão realizar provas de concursos aumentou de forma considerável o que é um reflexo da forte crise que o país vem enfrentando, que levou muitos brasileiros ao desemprego.

Nesse sentido, o concurso público se tornou uma opção mais viável para quem procura um novo trabalho, que ofereça estabilidade e segurança.

Para quem vive em São Paulo surgiu uma excelente oportunidade, é que o Tribunal de Justiça do Estado publicou seu edital de abertura que prevê o provimento de mais de 200 vagas para diversos cargos.

O edital de abertura foi publicado na última quarta-feira, dia 15 do mês de março, e disponibiliza para a concorrência o equivalente a 206 vagas para pessoas que possuam formação de nível superior. Veja o quadro de cargos e vagas:

– Assistente Social Judiciário: 132 vagas;

– Psicólogo Judiciário: 74 vagas.

Além dessas vagas também serão selecionados candidatos para cadastro reserva e também pessoas com necessidades especiais.

A remuneração inicial para os dois cargos disponíveis no certame é no valor de R$ 6.010,24 por uma jornada de trabalho de 30 horas por semana, além de benefícios como vale-transporte e vale-alimentação.

Os interessados em realizar o concurso do TJ do estado de São Paulo podem fazer suas inscrições no endereço www.vunesp.com.br/TJSP1601, que é o site da banca escolhida para organizar e realizar o concurso, que é a Fundação Vunesp.

As inscrições acontecem a partir do dia 15 do mês de março e se encerram no dia 25 do mês de abril. Os inscritos devem pagar o valor de R$85,00 pela taxa de inscrição.

A realização da prova do tipo objetiva está marcada para o dia 11 do mês de junho. Além da prova objetiva, os inscritos devem passar por análise de títulos no dia 10 do mês de setembro.

Nesse sentido, se você tem curso superior e reside no estado de São Paulo, não deixe de fazer a sua inscrição e se prepare para o concurso público do Tribunal de Justiça do estado de São Paulo.

Por Sirlene Montes

Concurso TJ-SP 2017 – Edital para Escrevente em Breve

Certame deverá ofertar cerca de 2.419 vagas.

O Tribunal de Justiça de São Paulo está preparando mais um concurso público. As oportunidades que serão oferecidas estarão sendo direcionadas para a carreira de escrevente, com vagas sendo distribuídas para o interior do estado e para a capital.

No último dia 22 de fevereiro, o Plenário da Assembleia Legislativa decidiu pela aprovação e criou 150 vagas para os cargos de juiz de direito auxiliar e mais de 2.400 para a função de assistente judiciário (escrevente).

Segundo consta no texto do PLC 24/2016, os 150 cargos direcionados para juiz auxiliar serão destinados para comarcas de entrância final tanto do interior quanto do litoral.

A criação das 2.419 vagas para escrevente técnico judiciário também foi aprovado por meio de emendas, mas não foi previsto em qual local os servidores contratados serão lotados.

Entretanto, já em 2010 era prevista uma substituição de alguns servidores em fóruns do interior, bem como de servidores concursados do TJ.

Com relação ao provimento dos cargos, a informação é de que ele será escalonado. Em 2017 serão convocados 807 profissionais, em 2018 e 2019 serão 806 convocações em cada ano.

Edital anunciado

No último dia 1° de fevereiro o desembargador Paulo Dimas Bellis Mascaretti comentou sobre o lançamento do edital TJ de São Paulo.

De acordo com ele os trabalhos estão sendo realizados objetivando a abertura de um certame já no próximo mês, logo após a abertura do ano Judiciário.

Ainda segundo o presidente, a convocações estão previstas para começarem no segundo semestre deste ano.

A necessidade de se fazer novas contratações para a função de escrevente se justificam pelo alto déficit de profissionais da área. São mais de 3 mil.

O TJ de São Paulo tem o seu último concurso ainda em vigência, mas somente será válido até o mês de maio de 2017. É interessante observar que não há mais aprovados para serem convocados na lista de espera.

Segundo as últimas informações, a lista de cadastro conta no momento com 78 profissionais que deverão ser convocados até o meio do ano.

Já o concurso TJ para escrevente não pode ser prorrogado. Por isso, a expectativa é de que o edital para função saia em breve.

A banca organizadora do certame ainda não foi definida, mas a olhar pelo hábito, provavelmente será a Fundação Vunesp.

Os salários iniciais para escrevente técnico judiciário são de R$ 5.697,18. A essa cifra já estão incluídos o auxílio-alimentação e auxílio-alimentação.

Para concorrer para a função é necessário ter formação de nível médio completo.

Mais informações >>> www.tjsp.jus.br.

Por Denisson Soares

Concurso TJ-AL 2017 – Comissão já está Preparando Edital

Certame deverá ofertar vagas para os cargos de Auxiliar, Técnico e Analista Judiciário.

O Tribunal de Justiça de Alagoas deverá lançar ainda este ano o edital do Concurso TJ AL com vagas sendo oferecidas para as carreiras de auxiliar judiciário, técnico e analista.

No último dia 22 de fevereiro aconteceu uma reunião da comissão do concurso alagoano para discutirem e definirem quais serão os critérios que deverão entrar no edital bem como analisar as necessidades apresentadas pelo Poder Judiciário.

A equipe foi oficialmente instituída pelo presidente do TJ de Alagoas, o desembargador Otávio Leão Praxedes.

Segundo comentários feitos pelo presidente da comissão, o desembargador Alcides Gusmão da Silva, até o momento não há uma previsão sobre quando o edital deverá ser publicado, porém, é bem possível que sejam ofertadas vagas para concursandos com formação em nível médio e superior.

Essa primeira reunião teve como principal objetivo fazer o levantamento dos dados necessários para que então fosse possível trabalhar na elaboração do edital. Gusmão diz que apesar de não se poder, ao menos no momento, saber com exatidão a quantidade de vagas que deverão ser oferecidas, os levantamentos preliminares apontam que há uma carência de cerca de 300 cargos.

A comissão que foi definida para a elaboração deste concurso público é composta pela presidente do Serjal, Raquel Faião Rodrigues, pelo servidor Alexandre de Caiado Castro Moraes, que será o secretário, do diretor-adjunto de Gestão de Pessoas do Tribunal, Klístenes Silva Lessa, pelo juiz Hélio Pinheiro e pelo diretor-geral do TJ/AL, Alexandre Sodré Arruda, além do desembargador supracitado.

Também será responsabilidade da comissão realizar o levantamento quantitativo em relação a quantidade de vagas que deverão ser preenchidas através do novo certame. Também será função do grupo definir a organizadora.

Cargos TJ Alagoas – Informações

– Analista Judiciário Especializado

A função requer diploma válido de conclusão de graduação no curso de bacharelado em Direito. O salário inicial é previsto em R$ 9 mil.

– Auxiliar Judiciário

Formação de nível médio completo, curso técnico ou profissionalizante equivalente. Salários de R$2.493,39.

– Técnico Judiciário

Formação de nível médio completo, curso técnico ou curso profissionalizante equivalente. A remuneração oferecidas é no valor de R$4.339,20.

O último concurso público realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas contou com a aplicação de provas objetivas para todos os cargos, provas discursivas, avaliação psicológica, avaliação de títulos, exames físicos e mentais. Algumas etapas foram específicas para alguns cargos.

Para maiores informações acesse www.tjal.jus.br.

Por Denisson Soares

Concurso TJ-SP 2017 – Seleção deverá ofertar vagas para Escrevente

Selecionados deverão atuar na primeira região, em São Paulo e na Grande São Paulo.

Já está quase tudo pronto para o início de um novo concurso público para o provimento de novos servidores para o Tribunal de Justiça de São Paulo. Todos os esforços estão sendo feitos para que ele seja liberado o mais rápido possível.

Segundo informações preliminares, o concurso público do TJ abrirá a concorrência para o cargo de escrevente técnico judiciário.

A assessoria de imprensa do TJ do estado de São Paulo informou que neste momento estão sendo realizados levantamentos para definirem o número de oportunidades a serem oferecidas. As vagas disponíveis para a concorrência são para o provimento de novos servidores que devem atuar na primeira região, onde fazem parte a Grande São Paulo e a capital.

Para as pessoas que ainda estão em dúvida sobre a realização do concurso, o presidente do Tribunal, o Sr Paulo Dimas Mascaretti, já confirmou a sua realização em breve.

Como as informações são de que o concurso do Tribunal de Justiça será para o provimento de novos servidores para um único cargo, sendo ele o de escrevente, os interessados para poderem participar da concorrência precisam apenas ter o certificado de conclusão de ensino médio.

Um escrevente técnico judiciário recebe inicialmente um salário no valor de R$ 4.473,16, mais auxílio-alimentação de aproximadamente R$ 924 e ainda R$300 de auxílio-saúde.

O concurso será realizado para prover vagas para a primeira região pelo fato de que os servidores atuais são os aprovados do último concurso realizado no ano de 2014 e que no mês de maio deste ano completa seu prazo de validade sem poder haver prorrogação. Além disso, existem no quadro de servidores vagas que ainda não foram preenchidas por falta de nomes remanescentes.

Diante disso, a realização deste novo concurso se torna realmente necessária, pois esses cargos em aberto, fazem um desfalque que prejudica o andamento dos trabalhos realizados no Tribunal de Justiça.

O TJ ainda informa que realizará também ainda no ano de 2017 outro concurso público para o provimento de novos servidores para as comarcas do interior do estado, uma vez que o último concurso realizado também expira este ano.

Dessa forma, esses concursos são uma excelente oportunidade para quem deseja prestar concurso público no Estado de São Paulo.

Sirlene Montes

Concurso TJ-AL 2017 – Nova Seleção deve Ocorrer Este Ano

Certame deverá ofertar vagas para Analista e Técnico Judiciário. Comissão responsável pelo concurso já foi definida.

Para quem reside no estado de Alagoas e está esperando a oportunidade de prestar um concurso público, essa chance está chegando. É que o desembargador e também presidente do Tribunal de Justiça do estado de Alagoas, o senhor Otávio Leão Praxedes, no último dia 16 do mês de fevereiro, nomeou uma comissão que se encarregará de todos os trâmites para a realização de um novo concurso público do Tribunal de Justiça do estado.

No documento que institui a nova comissão do concurso estão presentes os nomes de Alcides Gusmão da Silva, também desembargador, que será o presidente da comissão, além de outros integrantes como o juiz Hélio Pinheiro (que é o diretor geral do TJ), Alexandre Sodré Arruda (que é o diretor-adjunto do TJ), Klístenes Lessa, Alexandre de Castro Moraes (nomeado secretário comissão) e Raquel Faião Rodriges (que é a atual presidente do Sindicato dos Servidores, o Serial).

Embora o concurso público do TJ de Alagoas esteja ainda em sua fase inicial, a expectativa é de que sejam disponibilizadas para a concorrência oportunidades para os cargos de analista judiciário e de técnico.

Ao que se sabe, para a função de analista os interessados precisam possuir formação de nível superior em áreas diversas. Já para o cargo de técnico os interessados precisam possuir ensino médio completo.

Segundo informações do próprio TJ, um técnico possui uma remuneração inicial no valor de R$ 3.956,13 mensais. Por sua vez, um Analista do TJ deve receber inicialmente o valor de R$ 6.047,89 mensais. Além disso, além do salário mensal esses profissionais devem receber benefícios e gratificações.

Contudo, não existem informações ainda sobre o número de vagas a serem disponibilizadas para a concorrências e nem as especialidades. Porém, esses detalhes em breve devem ser anunciados, quando a empresa organizadora do certame for contratada e tomar a frente de todo o processo, que inclui um levantamento no quadro atual de servidores, a elaboração e divulgação do edital, abertura do período de inscrições e elaboração e aplicação das provas.

Ao que tudo indica, se tudo ocorrer como o planejado, o Concurso Público do Tribunal de Justiça do estado de Alagoas deve ocorrer ainda neste primeiro semestre de 2017.

Sirlene Montes

Concurso TJ-PR 2017 – Vagas para Técnico Judiciário

Inscrições poderão ser realizadas entre os dias 23 de janeiro e 21 de fevereiro de 2017.

Após a publicação do edital de abertura nº 001/2017, foi dado o início oficial do concurso público do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. O certame tem como principal objetivo o preenchimento de 100 vagas que serão destinadas ao cargo de Técnico Judiciário. É importante destacar que este cargo requer ensino médio completo e a remuneração inicial bruta é de R$ 5.516,51. Além dessa remuneração, os futuros aprovados também terão direito a benefícios como, por exemplo, auxílios saúde e alimentação.

Em relação ao número total de vagas, saiba que 5 delas serão reservadas para pessoas com deficiência e outras 10 serão reservadas para candidatos declarados afrodescendentes. Além disso, outra informação importante é quanto a distribuição de vagas: 40 vagas serão destinadas a lotação nos Foros da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, sendo que as demais 60 vagas serão para lotação nas Comarcas do Interior do Estado do Paraná.

Para aqueles interessados nesta oportunidade, saibam que o período de inscrições terá início em 23 de janeiro e término previsto para 21 de fevereiro de 2017, segundo o edital de abertura. A inscrição deverá ser realizada por meio exclusivo da internet. Com isso, o candidato deverá acessar o site oficial do TJ-PR (www.tjpr.jus.br/concursos) em sua página de concursos. A taxa de inscrição será de R$ 100,00 para todos os candidatos.

O processo seletivo deste certame será composto por uma única etapa que compreende a prova de questões objetivas e discursiva. Vale destacar que a data oficial para aplicação das provas ainda não foi divulgada, sendo que a mesma deve ser realizada ainda no terceiro trimestre de 2017. Tais provas serão aplicadas em Curitiba e cidades vizinhas.

A prova objetiva constará de 60 questões que serão divididas da seguinte forma: 5 questões de Atualidades; 5 questões de Informática; 15 questões referentes a Noções de Direito e Legislação; 15 questões de Matemática; e 20 questões de Língua Portuguesa. A prova discursiva, por sua vez, irá valer 40 pontos e será composto por uma redação abordando um dos temas presentes no conteúdo programático do concurso.

Para mais detalhes sobre este certame, é de extrema importância que o candidato leia atentamente o edital oficial de abertura. O mesmo se encontra disponível AQUI – www.tjpr.jus.br/concursos.

Por Bruno Henrique

Concurso TJ-PR 2017 – Juiz Substituto

Salários chegam a R$ 21 mil. Inscrições podem ser feitas de 1º de fevereiro até 3 de março de 2017.

Para quem deseja participar de concurso público na área jurídica, o TJ (Tribunal de Justiça) do Paraná está com inscrições abertas para a vaga de juiz substituto, um dos cargos mais disputados entre os concursos públicos. São cinco vagas disponíveis (sendo três para público geral, uma para pessoas com deficiência e outra vaga para negros).

O salário para a função deve ser em torno de R$ 21 mil.

As inscrições podem ser feitas a partir de 1 de fevereiro até 3 de março deste ano, conforme informações do edital. A taxa de pagamento é de R$ 240. Lembrando que o candidato deve se inscrever somente pela internet, no link: http://www.cespe.unb.br/concursos/tj_pr_16_juiz/. Quantos aos requisitos, o candidato precisa ter formação em Direito, além de experiência na área jurídica.

Sobre a prova e fases do processo

No total estão programadas cinco etapas. A primeira fase consiste em uma prova com questões objetivas (classificatória e eliminatória). A prova objetiva contará com 100 questões, segundo o edital. Os assuntos que constarão na prova são os seguintes: Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Consumidor, Direito da Criança e do Adolescente, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional, dentre outros. Para saber mais, consulte diretamente o edital, no caso, acesse: http://www.cespe.unb.br/concursos/tj_pr_16_juiz/arquivos/ED_1_2016_TJ_PR_16_JUIZ_ABERTURA.PDF.

Já na segunda etapa, os candidatos que passaram na prova têm pela frente duas provas – no caso – com questões teóricas e práticas. Após essa fase, quem passou nas provas citadas seguirá para a etapa três, que consiste em exames psicotécnico e mental – bem como – apuração sobre a conduta e vida pessoal do candidato. Essas etapas são classificatórias e eliminatórias.

Aos aprovados, o próximo desafio é participar da quarta fase, na qual será realizada uma avaliação oral. Quem for bem-sucedido nessa etapa segue para quinta e última etapa do concorrido processo, que traz avaliação de títulos.

Dicas para passar no Concurso

Para se dar bem em qualquer concurso público, os especialistas sugerem que o candidato, primeiramente, entenda todo o edital – por isso é importante lê-lo ou relê-lo, quantas vezes for preciso. Outras dicas são também importantes como:

– Manter uma rotina diária de estudos, com disciplina e organização.

– Se necessário, participar de cursos preparatórios, muitos dos quais específicos para a vaga que pretende conquistar.

– Consultar questões dos processos anteriores e estudar muito.

Por Letícia Veloso

Concurso Previsto do TJ-MG para 2017

Em breve o Tribunal de Justiça de Minas Gerais irá divulgar o Edital de abertura de seu novo Concurso Público que ofertará vagas para os cargos de oficial de apoio judicial e oficial judiciário (especialidade da infância e da juventude).

A divulgação da data definitiva para a publicação do edital do concurso público que está sendo previsto para o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ/MG) ainda segue sem definição. A informação é de que a demora se deve em especial pelo fato de que o órgão ainda está trabalhando na elaboração do documento. Veja mais informações logo abaixo:

Segundo as informações divulgadas até agora pela assessoria de imprensa da banca organizadora escolhida para essa seletiva (Consulplan), a liberação do edital ainda depende de alguns trâmites burocráticos específicos para que possa de fato ser lançado. Com isso em vista, a expectativa é de que o documento seja apresentado no ano que vem.

O concurso público do TJ de Minas Gerais terá o principal objetivo de promover o preenchimento de vagas para dois cargos que, por sua vez, exigem dos candidatos formação de nível médio completo.

No edital que será divulgado em breve serão disponibilizadas vagas para as funções de oficial de apoio judicial e oficial judiciário (especialidade da infância e da juventude).

De acordo com informações que se encontram disponíveis no próprio site do TJ/MG os salários oferecidos para essas funções se situam na faixa de R$2.439,54. Além dos vencimentos estão previstos alguns benefícios tais como o auxílio-alimentação. Sendo assim, o valor total subirá para R$3.238,54.

Conforme as informações contidas no documento de licitação, por meio do qual foi definida a banca organizadora, todos os candidatos que se inscreverem neste concurso deverão ser submetidos à aplicação de provas objetivas. Os exames contarão com questões de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito além de atos de ofício.

Resumo das atribuições para o cargo de Oficial Judiciário:

O oficial judiciário atua na detenção ou na apreensão do menor abandonado ou infrator. Ele deverá apresentar o mesmo em caráter imediato diante do juiz ou a outra autoridade competente previamente estabelecida.

Também é de sua responsabilidade lavrar autos de infração respeitando a lei de assistência e proteção ao menor. A fiscalização dentro dos termos da lei a entrada bem como a permanência do jovem em diversos âmbitos tais como emissores de rádio ou de televisão, bares, casas de diversão, cabarés e ginásios esportivos.

Por fim, ele ainda executa atividade gerais que são previamente identificadas pelo superior imediato.

Por Denisson Soares

Novo Concurso do TJMG deverá ter Edital divulgado Em Breve

Seleção deverá ofertar vagas para Oficial de Apoio Judicial e Oficial Judiciário. Organizadora do concurso será a Consulplan.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) vai publicar um edital de concurso público em pouco tempo. A banca Consulplan foi definida como organizadora do certame, que vai oferecer oportunidades para o cargo de Oficial de Apoio Judicial (Justiça Comum) e Oficial Judiciário (Comissão de Infância e da Juventude).

Os aprovados serão contratados sob o regime estatutário e a remuneração para ambas as funções é de R$ 3.238,54. Alguns detalhes do concurso já estão definidos como por exemplo, o valor da inscrição, que é de R$ 60,00.

Além disso, as provas objetivas estão previstas para serem aplicadas em Belo Horizonte, Governador Valadares, Diamantina, Juiz de Fora, Uberlândia, Montes Claros e Varginha. Para a função de oficial de apoio judicial também haverá prova prática de digitação, além da objetiva.

Entre outros detalhes, a prova terá 80 questões, sendo 20 de português, 15 de informática, 20 de noções de Direito e 25 de atos de ofício. A organizadora do último certame, que foi em 2009, foi a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (FUNDEP).

Que tal aproveitar a oportunidade e estudar para o TJMG?

Com a organizadora definida (Consulplan), a expectativa é que o edital seja lançado em poucas semanas. Por isso, foque os seus estudos na banca, sobretudo a resolução de exercício.

Divida o seu estudo em teoria, revisão e resolução de questão. Desta forma, você mantém o aprendizado na memória de curto/longo prazo, conhece o estilo da organizadora e estuda de forma estratégica, a fim de ganhar tempo e otimizar a sua preparação.

Faça um planejamento com as matérias do cargo no seu tempo disponível de estudo. Cronometre o tempo e cumpra o seu planejamento.

Sucesso é sinônimo de dedicação, esforço, disciplina e força de vontade. Portanto, foque no seu objetivo e mantenha a confiança em si mesmo.

Além do TJMG, busque fazer outras provas que tenham conteúdos parecidos. Desta forma, você avalia os seus conhecimentos nas disciplinas.

Estude por meio de materiais atualizados e que sejam de acordo com o edital do seu concurso. Invista na sua preparação.

Separe tempo para o lazer e atividade física. A mente precisa descansar, Além disso, procure dormir e se alimentar bem.

Tenha pensamentos positivos e busque se motivar diariamente.

Boa sorte e muito sucesso nos seus estudos.

Por Babi

Concurso TJ-SP 2016 – Vagas para Notário

Inscrições podem ser feitas até o dia 29 de fevereiro e a taxa de participação é de R$ 181.

São aceitas as inscrições para o concurso do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). Todas as vagas são para a função de Notário. Ele é quem recebe a outorga (concessão de cartórios de ordem pública). São 95 oportunidades de trabalho para novos profissionais e outras 50 para a remoção.

Para fazer parte deste concurso é necessário que apresente o grau de bacharel em Direito ou conte com experiência de até dez anos com trabalho de serviço notarial ou de registro. A base salarial dos profissionais não são dados como fixos. Os mesmos serão calculados tendo como base os lucros que o cartório em questão obtém.

As chances de trabalho do Tribunal de Justiça de São Paulo são divididas em três grupos, sendo que todos estão situados no Estado de São Paulo. Todos eles podem ser verificados através do edital de abertura do certame, que se encontra no site da organizadora, a Fundação Vunesp (vunesp.com.br). No documento o candidato também encontra informações como o conteúdo programático do concurso.

A inscrição para esse processo seletivo deve ser feita no site da Vunesp (vunesp.com.br), até o dia 29 do mês de fevereiro deste ano de 2016. A taxa para efetuar o seu cadastro fica no valor de R$ 181. Há a possibilidade de efetuar cadastro para mais de um grupo de vagas.

Esse concurso contará com uma prova objetiva, prova escrita, prova prática, prova de ordem oral e avaliação de títulos. O teste objetivo para os inscritos no concurso terá a sua aplicação no dia 10 do mês de abril deste ano. Serão questões de múltipla escolha e será apenas um exame para todos os grupos.

Vagas para a Remoção:

Para aquelas 50 chances de remoção do concurso, os interessados deverão apresentar mais de dois anos exercendo trabalho notarial ou de registro em São Paulo. As inscrições e taxa do cadastro serão as mesmas para as vagas novas. A única mudança fica na aplicação da prova, que será no dia 03 do mês de abril do ano de 2016.

Novo Concurso do TJ-AC oferece 40 Vagas

Oportunidades são para os cargos de Juiz Leigo e Conciliador. Inscrições podem ser feitas até o dia 29 de fevereiro de 2016.

Foi publicado o edital para o processo seletivo simplificado visando ao preenchimento de 40 vagas, sendo 21 para o cargo de juiz leigo e 19 para conciliadores, além da formação de cadastro de reserva no Tribunal de Justiça do Acre. A remuneração varia de acordo com o cargo e pode chegar a R$ 5.225,00.

As inscrições começam no dia 25 de janeiro e o prazo permanece aberto somente até 29 de fevereiro. O valor da taxa de inscrição é de R$ 50,00. Os interessados no cargo de juiz leigo devem ter graduação em Direito e dois anos de atividade jurídica na área. Para o cargo de conciliador, as oportunidades serão preferencialmente para bacharéis em Direito ou graduados em qualquer nível superior.

No momento da inscrição, os candidatos devem escolher a comarca que desejam atuar e a localidade para fazer as provas, que estão previstas para serem aplicadas na data provável de 20 de março. Os interessados serão avaliados por meio de avaliações objetivas e subjetivas, sendo que no turno da manhã serão aplicadas as provas para o cargo de conciliador e na parte da tarde para juiz leigo.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e o processo seletivo tem a validade de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo prazo, a critério do Tribunal de Justiça do Acre. O edital e as inscrições podem ser acessados por meio deste link: http://www.tjac.jus.br/.

Como falta pouco tempo para a prova, os interessados devem manter o foco e fazer um planejamento para conseguir uma boa colocação no processo seletivo. Organizando a rotina e com muita dedicação, além de força de vontade, é possível conciliar o estudo com outras atividades como trabalho, por exemplo.

Além disso, o candidato pode procurar fazer outras provas que tenham conteúdos parecidos, para ampliar a chance de aprovação. Que tal começar a focar? Boa sorte e não deixe de compartilhar essas dicas.

Por Babi

Novo Concurso do TJ-PE deve ser realizado em 2016

Organizadora do certame e a quantidade de vagas ainda não foram informadas.

O Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJ-PE) deve publicar um edital ainda este ano. O número de vagas e a organizadora ainda não foi definida. A expectativa é que o documento seja publicado ainda no primeiro semestre de 2016. Por isso, os interessados podem começar os estudos, para ganhar tempo e conhecimento nas disciplinas.

O último certame organizado pelo Órgão, que ocorreu em 2011 e foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), permanece válido apenas até fevereiro deste ano. Na ocasião teve oportunidade para o cargo de técnico judiciário (nível médio) e analista (nível superior). A remuneração, dependendo do cargo, podia chegar a R$ 5.643,46.

Além disso, foram oferecidas 203 vagas e foram cobrados conhecimentos como português, legislação específica, raciocínio lógico, informática, constitucional e conhecimentos específicos, que mudavam de acordo com a função. A expectativa é que o concurso tenha muitas nomeações ao longo da validade do certame, uma vez que no último foram convocados 2.778 técnicos, 1.600 analistas e 671 oficiais.

Como se preparar de forma eficiente para este concurso?

O edital deve ser publicado em poucos meses, por isso o candidato deve estudar com foco e determinação através de planejamento, disciplina e dedicação. Faça um quadro horário e no seu tempo livre distribua as disciplinas do seu cargo.

No fim de semana, o estudante pode aproveitar o tempo disponível para rever um conteúdo, focar um ponto específico e resolver questões de provas anteriores. Mas é fundamental que ele separe um período para o lazer. Equilíbrio é essencial na maratona de estudo, para evitar a ansiedade e desgaste de energia.

Atividade física também deve fazer parte da rotina, pois ajuda na memorização e aprendizado, além de uma alimentação equilibrada. Além disso, é fundamental focar em estudo teórico e revisão, além de exercícios da banca organizadora.

Enquanto o edital ainda não é lançado, que tal começar a separar os materiais e iniciar os estudos? Sucesso!

Por Babi

Concurso Público do TJ-MT oferece 168 Vagas

Seleção oferece vagas de nível médio e superior. Salários podem chegar a R$ 4 mil.

Por meio da publicação do edital nº 22/2015/GSCP, tivemos o início oficial do concurso público 2016 do Tribunal de Justiça do Mato Grosso. O certame aqui destacado está sendo realizado com o apoio técnico da Universidade Federal do Mato Grosso, a UFMT. São nada menos que 168 vagas disponíveis, sendo que 110 são destinadas ao cargo de Analista Judiciário, 55 vagas são reservadas para o cargo de Técnico Judiciário e outras 3 vagas são para Distribuidor, Contador e Partidor. Haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, bem como para candidatos declarados negros.

Dadas às vagas disponíveis, o concurso aqui destacado é destinado a candidatos de nível médio e superior. Além disso, as vagas destinadas a candidatos de nível superior são para graduados nos seguintes cursos: Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Administração, Economia ou Direito. É importante destacar que os futuros contratados de nível médio, especificamente para o cargo de Técnico Judiciário, terão direito a remuneração inicial de R$ 2.150,56. Os demais cargos de nível médio dispõem de remuneração de R$ 2.365,60. Já os candidatos de nível superior possuem remuneração inicial de R$ 4.107,57, referente a jornada de 30 horas semanais.

Para aqueles que estão interessados, saibam que o período de inscrição terá o seu início em 11 de janeiro de 2016 e término em 31 de janeiro de 2016. O procedimento de inscrição deve ser feito por meio exclusivo da internet. Dessa forma, os candidatos devem acessar o site oficial da UFMT, em sua página de concursos. A taxa de inscrição é de R$ 100,00 (nível superior) ou R$ 80,00 (nível médio). Os candidatos que atendem aos pré-requisitos estabelecidos podem solicitar a isenção da taxa de inscrição.

O processo seletivo deste concurso será composto por provas objetiva e discursiva, tanto para os cargos de nível médio quanto para os de nível superior.

Através do edital oficial os candidatos poderão saber as cidades onde serão realizadas as provas deste certame. O documento oficial pode ser encontrado clicando AQUI.

Por Bruno Henrique