Concurso TJ-MG 2017 – Vagas para Oficial Judiciário e de Apoio Judicial

Inscrições poderão ser feitas entre os dias 19 de junho e 28 de julho de 2017.

Para aqueles que já se cansaram de procurar emprego em empresas privadas e desejam mudar o foco, partindo para o serviço público, esse artigo vai ajudar muito nessa questão. O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ/MG) publicou o edital para a realização de um concurso público para ocupar 15 cargos que exigem nível médio, distribuídas da seguinte forma: 2 vagas destinam-se a candidatos negros e 3 para portadores de deficiência. A formação do cadastro de reserva também será feita no certame.

Do total de vagas, 10 serão para ocupar o cargo de Oficial de Apoio Judicial e as outras cinco restantes destinam-se a Oficial Judiciário na área da Infância e Juventude. Os vencimento iniciais serão de R$ 3.457,01 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Ainda segundo o que consta no edital, o aprovado terá sua nomeação de acordo com o cargo ou a especialidade, para qualquer uma das várias Comarcas de Minas Gerais. O contrato de trabalho do aprovado será feito no regime estatutário, que garante por lei todos os benefícios e a tão sonhada estabilidade profissional.

As inscrições poderão ser feitas somente através do site www.consulplan.net, entre os dias 19 de junho até o dia 28 de julho de 2017. A taxa de inscrição foi fixada em R$ 60,00 e poderá ser paga em qualquer banco credenciado até a data de vencimento, que será no dia 31 de julho.

Pessoas pertencentes a famílias de baixa renda poderão pedir isenção da taxa de inscrição entre os dias 19 e 21 de junho.

A prova terá a duração de 04 horas e terá 80 questões objetivas, sendo 25 de língua portuguesa, 15 de noções de informática, 25 de noções de direito e 15 sobre atos do ofício.

O certame será feito nas cidades de Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.

A última fase do certame será o teste prático para os cargos de oficial de apoio judicial e será feita uma convocação de 3.500 candidatos aprovados na prova objetiva.

Se você se interessou, não perca mais tempo e fique de olho no edital, começando a estudar o quanto antes para o disputado concurso. Boa sorte a todos.

Rodrigo Souza de Jesus

Concurso Público TJ-MG 2017 – Edital deve ser divulgado em Breve

Certame deve ofertar os cargos de Oficial de Apoio Judicial e Oficial Judiciário.

Todo mundo sabe que ser um servidor público é muito vantajoso, principalmente porque é um trabalho conquistado de forma democrática e que a depender do cargo possui excelentes salários, e o que é muito importante, oferece garantia e estabilidade ao trabalhador. E a forma de se tornar um servidor público é por meio dos concursos públicos.

E por falar em Concurso Público, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais em breve realizará mais um concurso. Na realidade, os trâmites que viabilizam o certame ainda estão em andamento, mas a previsão é de que o edital seja lançado em breve.

A empresa ou banca que se responsabiliza por todas as operações do certame já foi contratada e já está em atuação, é a Consulplan, que já informou que os últimos detalhes já estão sendo finalizados para assim o edital ser publicado.

Segundo informações preliminares, serão dois cargos disponíveis para a concorrência, sendo que para ambos é exigido ensino médio completo. São eles:

– Oficial de Apoio Judicial – Classe D;

– Oficial Judiciário – Classe D – que é uma especialidade que pertence a infância e juventude.

De acordo com informações divulgadas pelo site oficial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, as remunerações para os cargos a serem ofertados são de R$ 2.439,54, acrescentado de bolsa-alimentação no valor de R$ 799,00, totalizando o equivalente a R$ 3.238,54.

Os interessados inscritos no Concurso Público do TJ de Minas Gerais terão que realizar prova objetiva em que serão cobrados conteúdos de língua portuguesa, noções de direito, noções de informática e atos de ofício.

O cargo de Oficial de Apoio Judicial pode ser lotado na área de contadoria, onde deve atuar na elaboração e auxílio de contas, recolhimento de tributos e custas, entre outras funções. Quando lotado na área de secretaria de juízo este profissional deve atuar na lavratura de atos e termos dos processos, digitando ou datilografando, além de outras funções desse tipo.

Por sua vez, o Oficial Judiciário atua diretamente com o menor infrator ou abandonado, apreendendo-o e apresentando-o frente a autoridade do juizado, além de fiscalizar ambientes e eventos frequentados por menores.

Nesse sentido, a recomendação é de que os interessados já comecem a se preparar pois o concurso do Tribunal de Justiça deve ocorrer ainda neste primeiro semestre de 2017.

Sirlene Montes