MTE pode realiza Novo Concurso Público para Auditor Fiscal

Certame deverá oferecer cerca de 847 vagas com salários de até R$ 16 mil.

O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) requisitou a abertura de 847 vagas no cargo de auditor fiscal do trabalho (AFT) para o MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão). A intenção é que essas vagas sejam preenchidas gradativamente dentro de três anos.

O órgão MTE está com um grande déficit no posto de auditores fiscais do trabalho. Em setembro do ano passado, um documento relatou que o número de déficit de auditores era de 1.066. Contudo, esse número aumentou e hoje alcança 2.027 vagas.

O cargo de auditor fiscal do trabalho exige um curso de graduação reconhecido pelo MEC (Ministério de Educação). O salário inicial é de R$ 16.116,64, mais benefícios como auxilio-alimentação de R$ 373,00.

O interessado deverá ficar atento na data que as inscrições iniciarão, elas serão realizadas pela internet através do site da instituição e os campos do formulário devem ser preenchidos corretamente para não haver problemas nas próximas fases. A taxa cobrada para a inscrição será de aproximadamente R$ 40,00 e deverá ser paga através do boleto bancário.

As tarefas do auditor fiscal do trabalho são diferentes das tarefas do auditor fiscal da Receita Federal. O auditor fiscal do trabalho é responsável por fiscalizar os problemas do fundo de garantia, analisar a segurança no ambiente de trabalho, os métodos de prevenção de acidentes, se a empresa escraviza os funcionários, se há trabalho infantil no ambiente empresarial, verificar o número de funcionários com deficiência, o número de jovens aprendizes, analisar o número de multas e os recursos das empresas.

O dia-a-dia de um auditor fiscal do trabalho é muito corrido, todos os dias averiguam os ambientes empresariais. Temos uma estimativa que aproximadamente de 20 a 30 empresas são analisadas por mês por cada auditor fiscal. Além disso, eles fazem plantões e horas extras.

Apesar do dia-a-dia de um auditor fiscal do trabalho ser intenso, esse é um dos concursos mais disputados, devido o salário e os benefícios serem altos. Por este motivo, é importante iniciar os estudos o quanto antes, procurar um ótimo material e um excelente curso preparatório. Como o edital do novo concurso ainda não foi publicado, uma dica muito importante é estudar com base nos editais dos concursos anteriores.

Aline Aparecida Feitosa Dias

Novo Concurso do MTE 2016 – Edital deve ser Publicado em Breve

Certame deverá oferecer cerca de 1.176 vagas para cargos de nível médio e superior. Salários podem chegar a quase R$ 5 mil.

O Ministério do Trabalho e do Emprego é um dos concursos mais aguardados deste ano. A expectativa é que o certame tenha 1.176 vagas e o edital seja publicado no segundo semestre, oferecendo um tempo maior de estudo e preparação. Do total do número de vagas, 951 são para o cargo de agente administrativo e o restante para nível superior, em que as áreas ainda não foram definidas.

Outra boa novidade para os que aguardam a realização do certame é que o concurso não deve ser afetado pelos cortes do orçamento anunciados pelo Governo Federal. Desta forma, o Ministério do Planejamento pode continuar autorizando concursos em caráter de exceção, como deve ser o do Ministério do Planejamento.

Os aprovados serão contratados sob o regime estatutário, que garante a estabilidade. A remuneração inicial para a função é de R$ 3.422,22 para o cargo de agente administrativo e R$ 4.888,02 para superior. Nestes valores, já estão inclusos o auxílio alimentação de R$ 373,00.

A finalidade é que o concurso seja autorizado no próximo semestre e as provas aplicadas no início do próximo ano.

O último concurso realizado pelo Órgão foi em 2014 e teve sua organização pelo Cespe/Unb. Que tal acessar o edital do último certame para planejar os seus estudos? http://www.cespe.unb.br/CONcursos/MTE_14_NM_NS/arquivos/EDITAL_N___1___ABERTURA.PDF.

Dicas para mandar bem na prova:

Como o edital não foi publicado, é necessário fazer um planejamento com base no último documento. Portanto, leia as matérias do cargo com atenção e lembre-se de que o documento é o guia dos seus estudos. Seu melhor amigo!

Priorize as disciplinas de maior peso e distribua-as no seu tempo disponível de estudo. Coloque as matérias básicas também. Se preferir, foque o seu estudo apenas no conteúdo básico e quando o edital for publicado estude as específicas. Lembre-se de que pode acontecer alterações. Por exemplo, podem ser incluídas ou retiradas disciplinas. Nem sempre um edital será igual ao outro.

Conheça o estilo da prova, faça exercícios, treine e dedique-se. Busque fazer outros certames para treinar o seu desempenho. Autoconhecimento é fundamental para quem deseja chegar ao sucesso.

Não deixe de fazer outras provas com matérias parecidas. A base de estudo para um concurso serve para outros. Foco e muito sucesso nos seus projetos!

Por Babi

Concurso MTE 2016 irá oferecer 1.177 vagas de emprego

Certame está prestes a ser realizado e irá oferecer 1.177 vagas, sendo que destas, 951 serão para o cargo de Agente Administrativo.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) terá um bom concurso público neste ano de 2016. A solicitação do certame foi enviada para o Ministério do Planejamento em 2015 e visa cargos de função administrativa. São 1.177 vagas, sendo que deste total 951 são voltadas para o cargo de Agente Administrativo. As outras chances são para nível superior e ainda não tiveram a sua publicação.

Os contratos dos profissionais serão feitos pelo regime estatutário com uma remuneração de R$ 3.442,22 (Agente Administrativo) e R$ 4.888,02 para os cargos de nível superior. Nestes valores citados fica incluído o auxílio-alimentação de R$ 373.

Para participar do cargo de Agente Administrativo será exigido o nível médio completo. O intuito do Ministério do Trabalho e Emprego é realizar a abertura deste certame no segundo semestre do ano de 2016. A autorização feita pelo Ministério do Planejamento deve acontecer no início deste ano.

Preparação para o concurso:

Como o concurso faltando apenas detalhes para a sua abertura, os concurseiros já podem se preparar antecipadamente para obter um melhor resultado. Segundo os especialistas na área, os interessados devem iniciar os estudos o quanto antes, pois é um concurso muito concorrido.

O que faz um Agente Administrativo?

Entre outras atividades, eles deverão dar o suporte administrativo para as áreas finalísticas, de material, de finanças, de gestão de pessoas, de orçamento e de patrimônio. Os profissionais também terão que fazer o atendimento ao público interno e externo através de e-mail, telefone ou pessoalmente. Caso seja aprovado no concurso para essa função, você terá atividades como a elaboração de documentos e correspondências oficiais, participar de algumas reuniões de diversas naturezas.

No ano de 2008, o concurso do MTE apresentou vaga de nível superior para Economista e Administrador. Em 2014, o certame apresentou chance para Contador. As vagas para Agente Administrativo nos dois últimos concursos foram regionalizadas. Apenas Contador e Administrador foram voltadas apenas para Brasília, no Distrito Federal. 

Concurso do MTE será realizado em breve

Certame foi autorizado para preencher 847 vagas no cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho.

Para os concurseiros que estavam aguardando o novo concurso do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para o cargo de Auditor-Fiscal, as notícias são muito boas, uma vez que o atual Ministro do Trabalho, Manoel Dias, após a realização de uma reunião com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), divulgou que o concurso para o MTE já está devidamente autorizado pelo Ministério do Planejamento.

De acordo com as informações que encontradas no documento que foi enviado pelo Ministério Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) ao MTE, há disponibilidade do total de 847 vagas para o cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho no órgão, contudo estas vagas não serão ofertadas somente em um concurso e sim entre os anos de 2015 e 2017.

A divisão destas vagas neste período irá ocorrer, principalmente, por causa da impossibilidade que o MTE possui para receber mais do que 800 servidores de uma única vez, uma vez que se o órgão recebesse um número de servidores superior a este mencionado acima, ele teria que ter um efetivo muito maior para cuidar de toda a estruturação ambientação e treinamento de todos os servidores de forma equivalente.

De acordo com o que está previsto na nova tabela de remuneração dos servidores públicos federais, o salário inicial dos servidores que exercem o cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho correspondem ao valor mensal de R$ 16.116,64, valor este incluído o auxílio-alimentação que é de R$ 373,00.

Para concorrer às vagas deste concurso, os interessados devem possuir formação em nível superior em qualquer área de atuação obtida em instituições de ensino superior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O último concurso realizado pelo órgão foi no ano de 2013, neste processo de seleção foram abertas 100 vagas também para o cargo de Auditor-Fiscal e a instituição organizadora do certame foi o Cespe/UnB.

Então, agora é hora de aumentar as cargas de estudos, porque o edital oficial irá ser divulgado em breve. 

Por Adriano Oliveira

Concurso MTE tem aumento de salários para R$ 16,1 mil

O Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE) já pediu autorização para o próximo certame ao Ministério Público do Orçamento e Gestão (MPOG). Este é um dos concursos mais cobiçados do país, por isso, os interessados já podem turbinar os estudos. Além da expectativa do próximo concurso ter 800 vagas para o cargo auditor fiscal do trabalho, está previsto um aumento para R$ 16,1 mil.

Assim, que o concurso for autorizado, o prazo para a publicação do edital é de seis meses. O último certame ocorreu no ano de 2013 e, na ocasião, foram oferecidas 100 vagas e o organizador responsável foi a banca Cespe/Unb. Os interessados foram avaliados por meio de provas objetivas, discursivas e também investigação social.

As provas objetivas tinham um total de 100 questões para conhecimentos básicos e 120 para específicos. Os interessados em concorrer a uma das 800 vagas devem iniciar os estudos de forma antecipada, organizada e planejada. Que tal montar um cronograma de estudos para o certame do MTE?

Acessando este link, http://www.cespe.unb.br/concursos/mte_2013/, é possível ter acesso ao último edital. Leia o documento com atenção e faça uma planilha com as matérias pertinentes do cargo.

No seu cronograma, separe um tempo para fazer exercício e também revisão dos assuntos, assim, você mantém o que sabe na memória.

Uma boa dica é estudar por meio de vídeo aulas, que tem um preço mais acessível e o estudante pode estudar no momento que desejar pela internet. Peça dicas de outras pessoas que estão estudando para o cargo, para que possam indicar o melhor professor ou aula, por exemplo.

Este é o melhor momento para começar os seus estudos, porque o edital não está publicado. Quando for, é só ajustar o seu cronograma, verificar em que disciplina está melhor e intensificar os seus pontos fortes. Verifique em que disciplina está mais fraco também e aumente os estudos. Boa sorte e sucesso!

Por Babi