Concurso MRE 2017 – Vagas para Diplomata

Certame oferece 30 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 10 de julho.

Foi lançado nesta semana o edital para concurso para o cargo de diplomata. Há 30 oportunidades, distribuídas em 22 vagas para ampla concorrência, 6 voltadas para pessoas negras e 2 para portadores de necessidades especiais. O salário inicial é de aproximadamente R$16.936 e a lotação dos aprovados será inicialmente em Brasília/DF.

Requisitos para candidatar-se ao cargo de diplomata

Os candidatos interessados em ingressar na carreira de diplomata devem ter graduação completa em qualquer área do conhecimento. É importante, nesse caso, ter domínio de idiomas como inglês, espanhol e francês, pois são cobrados durante as fases classificatórias.

Etapas do concurso para diplomata 2017

O processo seletivo será composto de três fases:

· 13 de agosto de 2017 (primeira fase): Prova objetiva de 73 questões referentes às disciplinas de: Português, Inglês, Geografia, História do Brasil, História Mundial, Política Internacional, Noções de Direito, Direito Internacional Público e Economia.

· 30 de setembro de 2017 e 1 de outubro de 2017 (segunda fase): Poderão participar desta fase apenas os candidatos que forem classificados nas seguintes colocações na primeira fase: 225° lugar, para vagas de ampla concorrência; 60° lugar, para vagas reservadas a candidatos negros; 15° lugar, para vagas reservadas para portadores de deficiência. As provas nesse caso serão escritas, com conteúdo referente à Língua Portuguesa e Inglesa.

· 6, 7 e 8 de outubro de 2017 (terceira fase): Prova escrita sobre Política Internacional, Geografia, História do Brasil, Noções de Economia, Direito e Direito Internacional Público, Língua Espanhola e Francesa.

A lista com os aprovados no concurso para diplomata deverá ser divulgada em 18 de dezembro de 2017. Antes de serem efetivados deverão participar de curso ministrado pelo Instituto Rio Branco.

Prazo para efetuar inscrição

As inscrições deverão ser feitas de 23 de junho a 10 de julho, neste link.

Nesse caso, é necessário pagar uma taxa de participação no valor de R$225. Interessados em solicitar isenção de pagamento deverão se inscrever no mesmo período mencionado. Para isso, é preciso ter cadastro no CadÚnico e assinar uma declaração de isenção, que deverá ser enviada para este local.

Mais informações sobre o processo seletivo podem ser obtidas no edital do concurso para diplomata (disponível no link de inscrição).

Camilla Silva

Ministério das Relações Exteriores promove Novo Concurso com 60 Vagas

Seleção será organizada pela FGV Projetos e as inscrições poderão ser realizadas até o dia 16 de dezembro de 2015.

Foi publicado o edital para o Concurso do Ministério das Relações Exteriores de 2015. No total, são 60 vagas de trabalho para uma remuneração que fica em mais de R$ 7 mil. A empresa organizadora é a FGV Projetos.

Para fazer parte da seleção será necessário que os candidatos tenham o nível superior em uma instituição que seja reconhecida pelo MEC.

O período de inscrição do concurso fica do dia 16 de novembro até 16 de dezembro deste ano, no site da FGV Projetos (fgvprojetos.fgv.br/concursos/mre). O custo para a participação é no preço de R$ 120.

Os candidatos inscritos terão duas fases de avaliação, sendo que a primeira será composta por uma prova objetiva e outra discursiva. Já a segunda fase contará com um curso de preparação para o cargo.

A aplicação dos testes acontecerá em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Porto Alegre, Recife, Distrito Federal e em Belém. A data provável da aplicação da prova será 31 de janeiro do ano de 2016.

Depois que acontecer a nomeação dos aprovados no certame, será feita a lotação no Ministério das Relações Exteriores com a atuação em Brasília, junto a Secretaria de Estado das Relações Exteriores do Brasil, por um período de até dois anos.

A validade deste concurso é de dois anos.

Dicas para Concurseiros:

  • Caso você possa estudar pelo dia inteiro, é necessário que se estabeleça pausas de uma hora e meia até duas horas entre os turnos da manhã e tarde e da tarde e noite. O planejamento deverá contar com uma hora para o início e finalização dos estudos diários.
  • Pessoas próximas a você devem saber que o estudo não pode ser interrompido.
  • O sono também é peça importante. Durma ao menos seis horas na noite.
  • Para que o seu cérebro funcione melhor, beba até dois litros de água no dia. A alimentação deve ser feita a cada três horas, pois o cérebro vai consumir energia no ato de estudar. 

Concurso do MRE está previsto para ser realizado em breve

Certame irá oferecer 60 vagas para o cargo de Oficial de Chancelaria.

Uma boa notícia para quem está se preparando para concurso público. O  Ministério das Relações Exteriores (MRE) irá lançar ainda este ano edital para realização de concurso público, o qual oferecerá 60 vagas para o cargo de Oficial de Chancelaria. O MRE já recebeu a autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Já foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o aval para a realização do concurso na data de 11 de junho. Segundo ele, o edital deve ser reconhecido até o dia 11 de dezembro de 2015. Devido à demanda do órgão, a seleção deve ser feita na metade do segundo semestre e as provas ainda este ano.

O (DTA), departamento jurídico do MRE informou que estão sendo analisados os trâmites para a realização do certame. O próximo passo é contratar a banca organizadora responsável pelas fases que compõem a seleção. A análise poderá ser concluída até a metade de setembro, sendo que a contratação da banca se dará por dispensa de licitação, assim o processo se torna mais ágil. Em nota, o DTA afirmou que o edital do concurso será lançado o quanto antes.

As carreiras:

Os interessados no cargo de oficial de chancelaria do Ministério das Relações Exteriores devem ter diploma de nível superior. Os aprovados receberão salários de R$ 7.292,02, conforme a tabela que determina os salários dos servidores federais.

Última seleção:

O último concurso feito pelo MRE para o cargo de Oficial de Chancelaria foi realizado no ano de 2008. A seleção foi de responsabilidade da Fundação Carlos Chagas e foram oferecidas 150 oportunidades. A remuneração foi de R$ 4.818,38 e jornada de trabalho de 40 horas por semana, sendo necessário diploma de nível superior em qualquer área de atuação.

A seleção foi composta de duas fases, sendo a primeira prova objetiva e discursiva. Os aprovados passaram pelo Curso de Preparação, que aconteceu em Brasília e teve 80 horas de duração. 

Por Ana Rosa Martins Rocha