Isenção da taxa de inscrição em Concursos Públicos

Terá direito a tal benefício todo e qualquer candidato devidamente cadastrado no CadÚnico e que faz parte de família de baixa renda segundo os critérios do governo federal.

A isenção da taxa de inscrição é algo bastante importante nos concursos públicos em todo o país. Este tipo de benefício permite com que mesmo aqueles candidatos com condições financeiras abaixo da média possam disputar vagas através de concursos públicos. Vale ressaltar que as condições pré-estabelecidas, seja para isenção total ou parcial, pode variar de acordo com a entidade envolvida, seja ela a União, Estados, Municípios ou o Distrito Federal. Em geral, a situação financeira do candidato é o principal pré-requisito para obter este tipo de isenção.

Em relação a concursos ligados a instituições de caráter federal, saibam que a isenção da taxa de inscrição está amparada pela lei 8.112, dos servidores públicos, artigo 11, bem como pelo decreto 6.593. Com isso, fica estabelecido que terá direito a tal benefício todo e qualquer candidato devidamente cadastrado no Cadastro Único, ou CadÚnico, e fazer parte de família de baixa renda segundo os critérios do governo federal. Dessa forma, os grandes concursos federais tomam como base esse cadastro. Por isso, se o candidato preenche os critérios de baixa renda é bom estar devidamente inscrito no CadÚnico com antecedência.

Sobre os concursos estaduais, é importante destacar que os critérios adotados por cada Estado podem variar. Vale destacar que muitos deles também adotam o cadastramento no CadÚnico, por exemplo. Porém, contam com variações e até mesmo um número maior de isenções.

No Estado de São Paulo, por exemplo, o candidato a concursos públicos para o pode Executivo do estado que são doadores regulares de sangue, ou seja, que efetuou, no mínimo, três doações no período de 12 meses, possui direito a isenção da taxa de inscrição. Uma observação pertinente é que a doação deve ter sido feita por meio de órgão oficial ou entidade credenciada. Além disso, por meio da lei estadual 12.782/2007, fica determinada a redução da taxa de inscrição para concursos em qualquer um dos poderes do estado, para todos os candidatos que ainda estejam frequentando o ensino fundamental, médio, superior, pós-graduação ou até mesmo cursinho pré-vestibular e que sua renda mensal seja inferior a dois salários mínimos, ou se o mesmo estiver desempregado.

Para saber como funciona a isenção em seu estado, basta o candidato fazer consultas referentes a leis destinadas a tal objetivo, ou até mesmo procurar editais de concursos públicos referentes a órgãos estaduais.

Em relação à esfera municipal, vale destacar que cada município também pode criar suas próprias regras de isenção. Como já destacado, em geral, a situação financeira é o principal motivo a ser levado em consideração.

Por Bruno Henrique

Concursos Públicos – Quais são os tipos de provas aplicadas?

As mais conhecidas dos concurseiros são a prova objetiva e a discursiva, mas também encontramos testes como oral, prático, psicológico e físico.

Muitas pessoas que sonham com uma vaga efetiva em um órgão público reclamam da falta de opção na hora de fazer o processo seletivo de diversos concursos, pois a maioria é composto por prova objetiva de múltipla escolha.

Os que os candidatos relatam que através desse tipo de avaliação não é possível constatar quais são os melhores profissionais para as vagas, logo, que muitos podem chutar e acertar algumas questões.  

Devido a isso, uma pergunta que fica na mente de todos é: “Existem concursos públicos sem questões de múltipla escolha?”.

Saiba que existem diversas formas de fazer a seleção dos novos profissionais que vão preencher as vagas de um concurso, e isso varia de acordo com a área de atuação, grau de escolaridade, empresa que vai realizar escolher as pessoas, entre outras coisas relacionadas.

Alguns modelos de provas que as empresas usam no processo seletivo são:

Prova objetiva: É a prova de múltipla escolha, a que vem sido reclamado. Nessa prova os candidatos precisam sempre escolher a opção correta, onde será computado o número de acertos e de erros.

Prova discursiva: Os candidatos precisam elaborar uma dissertação sobre a resposta que acreditam estar correta.

Prova Oral: É necessário passar por uma bancada de professores ou especialistas, que farão perguntas para analisar o conhecimento de cada um.

Prova prática: Esse é o tipo de avaliação que vai avaliar se o profissional sabe realmente exercer a função de interesse. Professores por exemplo, deverão ter que criar um modelo de aula.

Prova Psicológica: Aqui ocandidato passa por provas de raciocínio logico, de atenção e controle emocional.  

Prova física: Nesse caso os profissionais terão que passar por avaliações que devem analisar o seu condicionamento físico. Algumas vagas que exigem essa etapa são para a função de professor de educação física, carteiro, policial e etc.   

Vale destacar que a grande maioria das pessoas que procura fazer concurso público sonham com a estabilidade, salario atrativo, possibilidade de crescimento e realização de carreira.

Como são propostas cada vez mais atrativas, existe a tendência de que o número de concorrentes aumente a cada dia, por isso, algumas pessoas acham que o processo de seleção precisa ser mais rigoroso e com mais etapas.

E você o que acha? Qual o melhor tipo de avaliação para os concursos públicos?

Yasmin Fernandes Robles

O que fazer na véspera das provas de Concursos Públicos

O recomendado é apenas revisar os pontos principais de cada disciplina e procurar relaxar na véspera das provas de Concursos Públicos.

O que você faz na véspera da prova de Concursos Públicos? Gosta de estudar até o último minuto ou prefere descansar a fim de aliviar a ansiedade e a tensão? Cada candidato é único, mas o recomendado é apenas revisar os pontos principais de cada disciplina e procurar relaxar, a fim de descansar o cérebro para o grande dia.

Que tal ficar por dentro de algumas dicas?

Encare o dia da prova como um dia comum. Procure se desligar do estudado na véspera e aproveite para ficar ao lado das pessoas que ama e torcem por você. Se quiser estudar, que seja apenas o básico a fim de relembrar pontos importantes. Desta forma, você pode aproveitar para fazer uma saída leve como um cinema, teatro, entre outros. Porém, não exagere ou consuma bebidas com álcool, ok?

O que você mais gosta de fazer? Aproveite para focar em atividades que te dão prazer. Neste sentido, você pode até aproveitar para praticar esporte. Entretanto, se não tem o hábito de fazer atividade física, deixe para começar depois da prova. Ao iniciar uma modalidade esportiva você pode ter lesões, por exemplo.

Você sente muita vontade de estudar? Então, foque apenas nos pontos principais, mas com consciência de que fez o seu melhor até agora. Assim, não se cobre muito, porque você fez a sua parte.

Que tal reunir com os seus amigos antes da prova? Esta é uma maneira para revisar os pontos de cada disciplina. Cada um pode falar um pouco do que sabe e esclarecer as possíveis dúvidas na reta final.

Você pode aproveitar a véspera para se concentrar ou meditar, ou seja, ficar sozinho consigo mesmo. Reflita sobre as suas atitudes das provas anteriores e o que deve ser mudado nesta. Mantenha pensamentos positivos, para que a sua energia possa fluir de uma forma leve, para o dia o qual se preparou durante este tempo.

Boa sorte e sucesso na sua prova!

Por Babi

Principais erros dos concurseiros que impedem a aprovação

Alguns erros impedem o sucesso e a aprovação dos concurseiros em Concursos Públicos.

A aprovação no concurso público é influenciada por diversos fatores. Ou seja, não basta apenas estudar, mas manter a motivação e persistir. O sucesso pode demorar, mas ele é certo para os candidatos que realmente desejam ver o seu nome na lista de aprovados. Você está estudando há muito tempo e ainda não passou? Veja os erros mais comuns!

– Falta de organização:

O estudo precisa ser organizado, focado e objetivo. A falta de organização pode deixar o candidato perdido, sobretudo porque o número de matérias que devem ser vistas é enorme. Você já percebeu que a maioria das atividades feitas sem planejamento dá errado? Portanto, organize-se e cuide da sua rotina de estudo e encare-a como se fosse o seu trabalho.

– Material inadequado:

Um bom material é fundamental para a aprovação. Desta forma, busque estudar por meio de livros ou apostilas que sejam focadas e atualizadas. No mercado, infelizmente, existem vários materiais errados. Cuidado onde você investe o seu dinheiro. Lembre-se de que a economia pode gerar muito prejuízo.

– Falta de motivação:

A motivação é o principal combustível para quem estuda para concurso público. Por que você está estudando? Tenha em mente isso diariamente, para que você mantenha a força de vontade e a garra para alcançar os seus ideais. É preciso estudar, mas mantenha sempre na sua mente os motivos pelo qual quer um cargo público. Desta forma, agarre-se a ele, quando a vontade de desistir aparecer. A aprovação só depende de você e do seu emprenho.

– Impaciência:

A falta de paciência também é um dos principais fatores que podem levar a reprovação. Para plantar, é preciso colher, certo? Por isso, tenha paciência para alcançar os resultados e procure dar o melhor de si. Não tenha medo de aprender um determinado conteúdo. Encare-o e confie na sua capacidade. A paciência é capaz de abrir muitas portas.

Boa sorte e muito sucesso, sempre nos estudos!

Por Babi

Ficar na zona de conforto atrapalha Concurseiros

Concurseiros que desejam a aprovação em Concursos Públicos devem evitar ficar na Zona de Conforto.

Que tal sair da zona de conforto e assumir a responsabilidade pela sua aprovação? Para conseguir uma boa classificação, é necessário coragem, determinação e vontade para ampliar os limites de forma constante. Normalmente, existem alguns fatores que podem indicar que você está na zona de conforto: estresse constante, ansiedade, falta de motivação, desculpa constante, entre outros.

Que tal conferir algumas dicas para mudar a situação?

No concurso público, é comum familiares e amigos comentarem sobre a sua decisão, falar sobre certames em aberto ou mesmo tentar fazer com que você desista do seu objetivo. Por isso, não ligue para o que as pessoas vão falar sobre as suas decisões. Não se importe tanto com a opinião dos outros e enfrente os seus medos. Evite falar para as pessoas sobre as suas provas e lute com garra pelo seu sonho.

Tenha ao seu lado pessoas que estão no mesmo caminho que você. Neste sentido, tenha amigos que também estão estudando para certames públicos. Desta forma, você terá com quem se apoiar nos momentos difíceis e compartilhar as suas alegrias e vitórias. Ninguém chega a lugar algum sozinho, por isso, estabeleça parcerias ao longo do caminho.

A zona de conforto é um lugar seguro, previsível e você sabe o que vai acontecer. Que tal encarar o desconhecido e assumir riscos? Não se preocupe tanto com o futuro, mas acredite no seu potencial para dar o melhor no presente. O medo do desconhecido pode paralisar as suas ações. Assuma a responsabilidade do seu sonho e lute por ele.

Sabia que o pensamento positivo tem uma força enorme? Visualize a sua aprovação e o seu nome publicado no diário oficial. Mantenha vivo este pensamento e mantenha o otimismo nas suas ações, garra e vontade de vencer. Tenha segurança de si e separe alguns minutos do dia para focar e visualizar a sua vitória. Saia da sua zona de conforto, para conseguir bons resultados. 

Por Babi

Dicas de estudo para conquistar a aprovação em Concursos

Estudar para Concursos Públicos requer muita disciplina, organização e rotina bem estruturada.

Estudar pode parecer uma palavra simples, mas a verdade é que muitas pessoas estudam de maneira equivocada e não conseguem absorver o conteúdo de forma eficaz e permanente.

Os estudos precisam ser bem administrados para que apresentem resultados satisfatórios. Estudar requer organização, disciplina e, ao contrário do que muita gente acredita, o estudo deve ser tratado como uma rotina. Com naturalidade e boa disposição os ganhos são muito melhores.

Confira abaixo 8 dicas que irão te auxiliar na conquista da  tão sonhada aprovação em um cargo público:

1 – Tenha um cronograma de estudos:

Ter um cronograma é essencial para garantir sua aprovação, ele permite que todo o conteúdo seja estudado sem deixar lacunas ou alguma matéria para trás. Monte um cronograma diário de estudos incluindo os dias para revisões e exercícios. O cronograma pode ser feito à mão ou em uma simples tabela no Excel ou no Word, o que realmente importa é que ele seja cumprido.

2 – Faça revisões e resumos:

Revisões são cruciais para memorização, elas ajudam o cérebro a fixar as informações vistas. Diversos professores já demonstraram que quanto mais um assunto é trabalhado mais o aluno passa a dominá-lo.

3 – Não estude por muitas horas seguidas, faça pausas:

Pesquisas comandadas por Robert Bjork, do departamento de Psicologia da University of California, Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos, mostram que fazer pausas durante os momentos de estudo ajudam na memorização do conteúdo.

4 – Resolva questões:

Resolver questões é uma forma de saber se o estudo está sendo realmente eficiente, resolva o maior número possível de exercícios, isso diminui a chance de “surpresas” na hora da prova além de ser um excelente medidor de aproveitamento.

5 – Alimente-se e durma bem:

A boa alimentação e o sono em dias são condições indispensáveis para qualquer momento de estudo, quando o nosso corpo está com suas necessidades satisfeitas, ele funciona com foco em nosso objetivo, estudar com fome e muito cansado pode ser pouco produtivo além de gerar estresse e muito desgaste físico.

6 – Faça mapas mentais:

Os mapas mentais nada mais são do que desenhos esquematizados desenvolvidos pelo aluno que ajudam muito na memorização. Não há necessidade de ser um desenhista ou possuir uma técnica profissional, o importante é que o aluno entenda o que desenhou, muitos concurseiros e vestibulandos utilizam essa técnica e garantem bons resultados.

7 – Use métodos mnemônicos:

Os métodos mnemônicos existem para facilitar algo que pode vir a ser mais complicado, um exemplo bastante legal é um utilizado em Direito Constitucional que trata a respeito dos Direitos Individuais previstos na Constituição Federal – os VILPS – direito à vida, igualdade, liberdade, propriedade e segurança.

8 – Participe de grupos, fóruns e discussões:

Existem diversos grupos no Facebook, fóruns e chats onde dezenas de questões são postadas diariamente, além de estudar, o aluno acompanha depoimentos, dúvidas, encontra pessoas que estão na mesma situação que ele e o mais importante de tudo, encontra motivação para não desistir de seus sonhos.

Manter uma rotina de estudos requer muita força de vontade e disciplina, é um desafio diário, mas que quando cumprido trará os resultados almejados. Estudar nunca é desperdício de tempo, portanto, corra atrás e comece agora mesmo.

Por Beatriz 

Hábitos que Podem Ajudar a Melhorar os Estudos pela Manhã

Confira aqui alguns hábitos que podem ajudar a melhorar os seus estudos pela manhã.

Já imaginou acordar com pé direito todos os dias para estudar? Já imaginou encarar a rotina com entusiasmo, dedicação e compromisso com a sua aprovação? Parece um sonho, certo? Com pequenas atitudes pela manhã, por exemplo, o seu dia pode mudar para melhor. Como? Confira as dicas agora.

É fundamental ter uma boa noite de sono, para ter uma rotina produtiva. Por exemplo, não basta apenas ter atitude ou pensamento positivo se o candidato está cansado para estudar. Ao acordar é recomendado tomar um banho frio, porque ele proporciona benefícios como disposição, inspiração e ainda ajudar a aumentar a criatividade e a desenvolver novas ideias.

Todos nós sabemos a importância do café da manhã, que é a principal refeição do dia, certo? Desta forma, busque se alimentar de maneira equilibrada e consumindo um pouco de proteína pela manhã. Desta forma, você estará se prevenindo de obesidade, diabetes e doenças cardíacas.

Para manter a rotina produtiva, é fundamental praticar atividade física. Por isso, nem pense em deixar o corpo parado. É essencial aproveitar a parte da manhã para fazer uma caminhada ou corrida. Exercícios físicos matinais geram fluxo de clareza e inspiração, que são ingredientes fundamentais para a aprovação.

Que tal começar o dia com uma leitura que goste? Pode ser um livro, um jornal ou um qualquer outro item. Além de preparar a mente para o estudo, auxilia a manter a conexão com outras áreas do conhecimento.

Por que você está estudando? Tenha o hábito de relembrar os seus objetivos a longo prazo. Repasse os seus planos para o futuro mentalmente. Isso ajuda a enfrentar a rotina que é cansativa e desgastante no dia a dia.

Que tal começar a aplicar essas dicas no início das manhãs do seu dia? Estes hábitos irão ajudar a manter a inspiração e tornar o seu cotidiano mais leve. Gostou? Compartilhe com os seus amigos e muito sucesso!

Por Babi

Estratégias de estudo para conquistar a aprovação em Concursos

Conseguir a aprovação em concurso público requer muito empenho e estratégias de estudo bem definidas.

Como conseguir a aprovação em concurso público? O candidato precisa ter foco, determinação, força de vontade e muito empenho e ter estratégias de estudo, que podem ser o diferencial para conseguir bons resultados. Que tal conhecer algumas?

Que conteúdos você tem dificuldade? Ao elaborar o seu plano de estudo, priorize as disciplinas que você não sabe muito bem. Por exemplo, é craque em constitucional, mas tem muita dúvida sobre raciocínio lógico e matemática? Então distribua uma carga horária maior para a área de exatas. Muitos candidatos perdem muito tempo estudando disciplinas que gostam, e não focam nos seus pontos fracos. Mas, lembre-se de que é necessário estudar todos os conteúdos.

Você conhece a banca organizadora da sua prova? Isso pode ser feito por meio de exercícios de provas anteriores organizados pela banca. Por isso, procure resolver o máximo de questões que conseguir sobre o conteúdo. As provas, geralmente, têm o mesmo estilo, assim, o candidato pode ficar por dentro dos principais assuntos cobrados e pegadinhas.

A motivação para estudar é um fator imprescindível para o sucesso. O candidato deve acreditar no seu potencial e estudar acreditando que vai conquistar a vaga. Ao ter uma postura positiva, as chances de conseguir uma boa nota e se lembrar do conteúdo estudado é maior. Por isso, procure se sentir motivado: faça cartaz com o que deseja conquistar, cole frases de incentivo na sua mesa e busque dar o seu melhor.

Durante o estudo, faça resumos por meio de fichamento. Eles são práticos e auxiliam na memorização. Além disso, pode ser carregados na bolsa e lidos a qualquer momento do dia.

No dia anterior da prova, procure relaxar e ficar tranquilo, sobretudo para manter o controle emocional. Aproveite para ir ao cinema ou revisar, apenas, os pontos mais importantes, ou seja, aqueles pontuais.

Depois destas dicas, que tal começar os estudos? Sucesso e boa sorte!

Por Babi

Dicas de memorização para os estudos

Quem está estudando para Concursos Públicos pode utilizar algumas técnicas de memorização para auxiliar nos estudos.

Você tem dificuldades em memorizar conteúdo? Precisa ler duas ou três vezes o mesmo parágrafo? A memorização é fundamental para conseguir a aprovação no concurso público. Cada prova é composta por imensas disciplinas cheias de prazos e detalhes importantes.

Que tal ficar por dentro de algumas técnicas de memorização?

Você vai começar a rotina de estudo? É preciso estar bem fisicamente e emocionalmente. Desta forma, o aprendizado vai fluir, sobretudo a concentração. Portanto, a regra é deixar as preocupações de lado e concentrar-se ao máximo. Para auxiliar na tarefa, uma alimentação adequada e equilibrada é imprescindível.

Atividades aeróbias auxiliam na concentração e dão energia para aguentar o ritmo de estudo. Por isso, procure fazer uma caminhada ou uma corrida, pelo menos, três vezes por semana. Além de ser atividades gratuitas, o estudante vai sentir a diferença no desempenho dos estudos em pouco tempo.

Antes de iniciar os estudos, feche os olhos e concentre-se na sua respiração por alguns minutos. Este exercício simples, vai ajudar a manter o foco na disciplina e a desligar-se um pouco dos seus problemas pessoais. Além disso, você vai conseguir a concentração de forma imediata.

Sabia que o cérebro aprende por repetição? Por isso, procure ler de forma atenta e grife os pontos mais importantes de cada matéria. No momento da revisão, você pode voltar somente nas partes grifadas e repeti-las. Conteúdos como, por exemplo, direito constitucional devem ser memorizados e os artigos devem ser lidos diariamente, principalmente, se a banca organizadora tem o hábito de cobrar lei seca,

Já pensou em fazer associações? Por exemplo, você pode associar palavras a outras, ou a fatos importantes. Outra dica é fazer resumo os mapas mentais e carregá-los sempre com você. Desta forma, pode ler as disciplinas em qualquer lugar e momento que desejar.

Que tal estudar em grupo? Você pode ensinar um conteúdo que domina ou aprender com um amigo. Assim, ambos memorizam detalhes da disciplina.

Qual técnica de memorização, você acha mais eficaz?  

Por Babi

Estudar para Concursos para desenvolver competências

Várias competências pessoais e profissionais podem ser adquiridas no processo de estudos para Concursos Públicos.

Além de conquistar o cargo ou a remuneração que almeja, o estudante pode aproveitar o estudo para concurso público para aprender a desenvolver várias competências para o seu crescimento pessoal e profissional na trajetória.

Uma das principais características de uma pessoa de sucesso é a autoconfiança. Quem confia em si mesmo tende a conseguir excelentes resultados, porque enfrenta o medo e não fica pensando nas possibilidades de fracassar. Desta forma, durante a sua rotina faça o seu melhor e confie na sua capacidade para conseguir uma boa nota na prova e ficar na lista dos classificados.

A disciplina e a organização são fatores chaves de sucesso, e essas características podem ser desenvolvidas durante a trajetória. Um estudo produtivo depende da capacidade de organização do estudante – separar material, matéria ou preparar um bom planejamento- e depende da disciplina, porque ele precisa se manter focado no período reservado para estudo.

Além disso, o estudante deve aprender a encarar os seus medos. Reprovações são comuns até o sucesso, e o candidato deve aprender a lidar com isso. A prova é como se fosse um feedback do seu estudo, ou seja, ela vai te mostrar em qual disciplina você esta bem, ruim e precisa melhorar. Portanto, evite focar o lado negativo e veja-a como uma oportunidade para melhorar a sua vida e das pessoas que estão ao seu redor. Ter medo é comum, mas não seja dominado por ele. Vá e faça o melhor que puder, sempre.

Por meio do estudo do concurso público, o candidato descobre o que realmente quer para a sua vida. Se for a conquista do cargo, ele vai se empenhar, se dedicar, abdicar e focar no que realmente deseja, independente das pessoas ao redor dele. Vai descobrir quem são os seus verdadeiros amigos que o apoiam e torcem pelo seu sucesso.

Que competências já desenvolveu durante o seu estudo?

Boa sorte!

Por Babi

Persistência nos estudos para Concursos Públicos

Quem está se dedicando a concursos públicos não deve desanimar. A conquista da aprovação virá com muita persistência e foco, sempre almejando o objetivo final.

Muitas pessoas sonham com salários estáveis, emprego rentável, e por isso estudam para concursos públicos. Em tempos de crise financeira, essa tem sido a alternativa para muitas pessoas na busca pela solução ao desemprego. E sendo assim a concorrência fica ainda mais acirrada. Mas se você não passou, ou mesmo que tenha passado, ainda não foi chamado, não desanime. Com estudo e persistência sua hora vai chegar.

Principalmente com a chegada do final de ano, parece que o país para, e os candidatos que muito se dedicam começam ficar angustiados por que a tão sonhada aprovação não chega. Horas de dedicação serão sim superadas e recompensadas.

É importante manter o foco, e lembrar que não devemos desperdiçar tudo que já foi investido, tempo, dinheiro, sono, lazer, tudo tem que ser colocado na ponta do lápis. Não é segredo para ninguém que tal aprovação, com tanta concorrência, não viria de repente.

Não desanime, pense que agora você está mais próximo da aprovação, a cada dia que passa, a cada noite que passou em cima dos livros, a cada concurso, suas experiências e seu conhecimento aumentam e te deixam um degrau mais alto nessa escada.

Repense os motivos que lhe motivaram a estudar tanto, a vida difícil, salários atrasados ou a falta deles, o momento não vai melhorar se abandonar a meta da aprovação. Respire fundo e não desista. Tudo bem, aproveite uns dias no fim de ano para aliviar a tensão, relaxar não só o corpo, mas também a mente. Não estamos falando de uma linda viagem ou gastos absurdos. Veja um filme, caminhe na praça, curta a família. Apenas uma ou duas semanas, e depois foco, muito foco na conquista que com certeza virá.

E não se esqueça, a maratona de concursos é vencida por quem batalha para chegar até o final, só ganha medalha, mesmo de participação, apenas aqueles que cruzam a linha de chegada, e não importa quantas corridas ele tenha tentado.

Por Vivian Schetini

Dicas para concurseiros iniciantes

Alguns livros podem auxiliar o início dos estudos de pessoas que querem entrar na caminhada para passar em Concursos Públicos.

Se você é iniciante no mundo dos concursos públicos, com certeza deve estar procurando por algum material milagroso, que possua toda a receita que te levará ao tão sonhado cargo público.

Diversas publicações são voltadas para dar dicas dos primeiros passos para os mais novos concurseiros, aqueles que não sabem nem por onde começar. Alguns candidatos preferem ir pela tentativa e erro, experimentando diferentes métodos, mas esse tipo de decisão pode adiar a conquista de uma vaga.

Um lançamento recomendado para aqueles que querem ter algumas noções básicas do mundo dos concursos públicos é o “Manual do Concurseiro Iniciante”. O livro tem a autoria de Charles Dias, driador e editor de um blog voltado para concurseiros, intitulado de Concurseiro Solitário.

O livro lançado por Charles aborda as principais dúvidas dos que acabaram de decidir pela opção das provas públicas, dá dicas de organização pessoal e nos estudos, como o uso de mapas mentais e resumos e o uso de planilhas para separar a grade de estudos.

Segundo o autor, o livro é voltado para dois públicos distintos: aqueles que começaram agora sua caminhada nos concursos públicos e não sabem por onde começar e aqueles que começaram a estudar errado e querem dicas de como recomeçar seus estudos de forma mais eficiente. Segundo ele, conhecer dicas de pessoas que já passaram em concursos pode diminuir o tempo gasto com busca de novos métodos de estudo. O autor também acredita que os depoimentos pessoais presentes no livro trarão mais empatia ao leitor e aumentam a sua motivação.

Outros livros do autor são o “Guia de Preparação do Concurseiro Solitário”, seu primeiro livro solo lançado e “100 respostas do Concurseiro Solitário”, escrito em conjunto com a equipe de seu blog. Esses dois livros dão dicas para o chamado concurseiro solitário, que é aquele candidato que resolve não frequentar cursinhos preparatórios e estuda sozinho em casa, através de videoaulas, apostilas e mapas mentais.

Se você é novo nesse mundo é recomendado que escute pessoas mais experientes e leia livros como o “Manual do Concurseiro Iniciante”, para começar a ter intimidade com os métodos mais eficientes de estudo e deixar a sua caminhada rumo à aprovação menos tortuosa.

Por Patrícia Generoso

Ter o nome negativado não impede a participação em Concursos

Candidatos que possuem o nome sujo no SPC/SERASA podem participar de concursos públicos.

Hoje em dia a concorrência em concursos públicos é cada vez maior, devido à grave crise financeira que vivemos, muitos profissionais desejam iniciar uma carreira em cargos públicos, outros fatores que levam a essa grande demanda, é a boa remuneração oferecida e a estabilidade, e analisando essas afirmações, você que deseja ingressar no serviço público conhece todos os detalhes da legislação brasileira para se candidatar a um cargo público?

Por exemplo, um candidato com “nome sujo” no SPC/SERASA pode ser impedido de se candidatar a um cargo público?

Muitas pessoas ficam com receio e às vezes não buscam informação e acabam perdendo ótimas oportunidades em concursos, simplesmente por falta de informação. E respondendo à pergunta acima, a resposta é não. Uma pessoa que se encontra negativada, ou seja, com nome sujo no SPC/SERASA não pode ser impedido de se candidatar a um cargo público, ela pode sim se candidatar e se caso aprovado no concurso, ela deverá tomar posse de seu cargo normalmente, pois não há nenhuma restrição que o impeça de realizar tal feito.

Não há nenhuma legislação que impeça o candidato de ser nomeado em seu cargo, em casos especiais, pode sim haver essa restrição, como no caso de concursos para Juiz, onde também é exigido que o candidato não tenha nenhuma passagem pela polícia.

A legislação existe e deve ser respeitada, apesar de os municípios e instituições terem autonomia na elaboração e publicação de editais para concursos públicos e seleções públicas, é obrigatório que haja um limite, e caso essa exigência não seja respeitada o candidato pode entrar com uma ação judicial para que seja concedida um liminar que o autorize a se candidatar ao concurso que deseja ou se caso aprovado, tomar posse de seu cargo público sem nenhuma perda ou dano.

Então, se você não sabia fique atento, antes de participar de um concurso público, leia atentamente o edital normativo, confira todos os requisitos para candidatura e em caso de desrespeito a legislação vigente, procure a justiça e faça valer o seu direito de cidadão.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Técnica Pomodoro para gerenciar melhor o tempo de estudo

Esta técnica é dividida em blocos de 25 minutos de estudo cada.

Se você quer gerenciar melhor o seu tempo de estudo, uma boa dica é utilizar a Técnica Pomodoro, que surgiu na década de 80 como forma de ajudar os estudantes a conseguirem gerenciar melhor o tempo dedicado ao estudo.

Esta técnica foi criada por Francesco Cirillo e seus principais objetivos são:

– Garantir que o aluno tenha maior concentração nos estudos;

– Garantir maior produtividade ao final dos estudos;

– Reduzir o número de interrupções durante os estudos;

– Permitir que o aluno descubra o tempo gasto para o aprendizado de cada tarefa;

– Evitar que o aluno fique muito ansioso durante os estudos.

A técnica Pomodoro é relativamente simples, pois estimula o estudante a criar blocos de tempos e estes blocos recebem o nome de Pomodoro. Cada "bloco de tempo", ou seja, cada Pomodoro deve ter 25 minutos exatos e durante este período o estudante terá que se dedicar a apenas uma tarefa. Assim que começar os estudos, o tempo deve ser marcado e a tarefa não deverá ser interrompida antes que se complete o tempo estabelecido.

Assim que o tempo terminar, o estudante deverá dar uma pausa de 5 minutos que é o tempo que ele vai ter para se alongar, tomar algo, mas tem que ser rápido, pois não pode ultrapassar os 5 minutos. Logo em seguida ele começa um novo bloco de estudos, será o segundo Pomodoro. A cada 4 blocos, o estudante deverá fazer uma pausa de 30 minutos.

É de suma importância que estes períodos sejam respeitados, exatamente da forma como é estipulada.

Antes de começar a Técnica Pomodoro, o aluno deverá fazer uma lista contendo todo o estudo que deverá ver durante aquele período. Quando começar uma tarefa, você dará início à contagem do tempo, de 25 minutos. Ao final deste tempo você saberá com exatidão se neste período é possível estudar tudo o que foi planejado ou não.

Desta forma, quando for estudar da próxima vez, você saberá exatamente o que dará tempo para ver e o que terá que ficar para o outro dia. Cada pessoa tem seu próprio rendimento, então, a tarefa cumprida por uma pessoa dentro de um bloco não será necessariamente válida para outras pessoas, é preciso que cada um determine o seu próprio bloco Pomodoro.

Por Russel

Como identificar se você não combina com a carreira pública

Observar o seu perfil profissional, as atividades do cargo e as chances de crescimento são dicas para não se frustrar após ser aprovado

Conseguir um emprego no setor público é o sonho de muitos brasileiros, ainda mais agora com a crise assolando o país e o desemprego batendo na porta das empresas. Mas é preciso muita cautela para ver se o seu perfil combina realmente com a carreira pública, para não correr o risco de ficar frustrado depois e ter que abandonar o emprego pelo qual você precisou lutar tanto para conquistar.

Por isso, é muito importante que antes de dedicar horas e mais horas dos seus dias aos estudos, em busca de conquistar a tão sonhada vaga na carreira pública, o candidato observe se realmente tem o perfil para este trabalho.

E como identificar se você combina, ou não, com a carreira pública?

Uma boa dica é analisar o seu perfil e ver se as suas expectativas profissionais combinam com as oportunidades que lhe serão oferecidas na carreira pública, por exemplo: quem está buscando por uma rápida ascensão na carreira, certamente vai se frustrar na carreira pública.

Essa é uma carreira de poucas oportunidades para o crescimento profissional e a não ser que um chefe se aposente, você vai ter que esperar muitos, mas muitos anos mesmo até conseguir ser promovido e isso, se conseguir, porque a grande maioria dos que entram nesta área, se aposentam no mesmo cargo em que iniciaram.

Outro fator determinante é procurar conhecer todas as esferas públicas, pois há concursos municipais, estaduais e também os federais. Claro que os concursos públicos municipais oferecem salários menores, se comparado com os da esfera estadual e principalmente federal. Mas é importante ressaltar que quanto maior o salário, maiores são as exigências, então não adianta simplesmente se candidatar nos concursos que ofereçam melhores remunerações, é preciso analisar bem os requisitos necessários.

Para identificar mais facilmente se você combinará ou não com a vaga pública a qual pretende se candidatar, o melhor mesmo é fazer uma ampla pesquisa sobre o tipo de trabalho que é proposta no cargo em aberto.

A grande maioria dos candidatos se interessam apenas pelo salário e os benefícios e, por isso, após conquistarem a vaga, se sentem tão frustrados, pois não é uma área na qual eles realmente têm prazer em atuar.

Verifique quais os serviços que são realizados, se há chance de crescimento, pois assim você conseguirá identificar se de fato, a vaga oferecida traz uma carreira pública que vá de encontro com o seu perfil profissional.

Por Russel

Vale a pena largar tudo para estudar para concursos?

Ter uma reserva de dinheiro e encarar os estudos como um emprego são algumas atitudes necessárias

Sonhando com a estabilidade, muitos candidatos abrem mão do emprego, lazer e abdicam de tudo em busca da aprovação. Por outro lado, outros estudantes conseguem conciliar o trabalho com o estudo e também conseguem a estabilidade. Mas, será que vale a pena largar tudo para estudar para concurso público?

– Vantagens e desvantagens de “só” estudar

Antes de largar tudo para estudar para concurso público, é preciso avaliar: você tem como se sustentar? Os seus pais ou outro familiar vai te ajudar? Você tem uma boa poupança? Ou seja, como você vai sobreviver neste período? Como vai pagar as suas contas?

Além disso, estabeleça um prazo, ou seja, um período para ficar estudando. Por exemplo, você pode estabelecer um a dois anos. Caso não consiga a aprovação, é preciso voltar para o mercado de trabalho.

Você decidiu que vai “só” estudar? Então, encare o estudo como um emprego. Tenha horário para começar e terminar, mantenha a disciplina, foque e busque dar o melhor de você para a prova. Nesse período, tenha cuidado com as pressões externas, como os familiares e os amigos, e com as pressões internas.

Mas, se você avaliou e decidiu que vai manter o trabalho, estabeleça uma rotina diária com metas de estudo. Lembre-se de que você vai ter que abdicar de alguns momentos com os seus familiares e amigos por um período de tempo. Aproveite bem os fins de semana para intensificar, rever um conteúdo e fazer muitos exercícios.

A vantagem de manter o trabalho é que você vai continuar tendo o dinheiro para investir nos seus estudos e você estará mais tranquilo. Mas, por outro lado, a sua quantidade de tempo é menor, por isso, durante os estudos procure manter a concentração, para que o aprendizado seja produtivo.

Os candidatos que podem abdicar tudo por conta dos estudos, contam com uma quantidade de tempo maior, mas é preciso saber aproveitar este recurso, porque muitas pessoas acabam enrolando e não estudam como deveriam.

Por Babi

Dicas para quem vai fazer concurso fora do estado

Reservar as passagens com antecedência e dormir bem são algumas dicas para os candidatos

Se você vai prestar concurso fora do seu estado de origem é preciso ter alguns cuidados na hora de se locomover para o local de prova. Como a prova será num lugar desconhecido, todo cuidado ainda é pouco. Confira as dicas:

1- Pesquise sobre o local de prova: é necessário conhecer o local de prova bem antes do dia marcado para a realização do exame. Pesquisar sobre o trânsito local, o transporte público e suas tarifas e as possibilidade de rotas alternativas é indispensável para o candidato;

2- Reservar sua viagem com antecedência: essa dica vale não só para o concurso, mas também para qualquer outra viagem que você deseje fazer. É importante reservar as passagens e a hospedagem com antecedência, pois as tarifas sairão bem mais em conta e as opções de pacotes serão melhores;

3- Chegar com, no mínimo, um dia de antecedência: se você está com o orçamento um pouco apertado e não tiver como passar muito tempo na cidade, tente pelo menos reservar uma pernoite na cidade onde fará a prova. Mesmo que sua viagem de volta seja marcada para o mesmo dia da prova, pelo menos você terá uma noite anterior tranquila;

4- Durma bem: aproveite a estadia no hotel ou pousada para descansar bem. Tente relaxar e não ficar estudando por toda a madrugada, para não se prejudicar no dia da prova.

5- Tenha uma reserva financeira: emergências acontecem. Tenha uma reserva de crédito, nem que seja no cartão de crédito para possíveis problemas que encontrar. O seu ônibus ou avião podem ter problemas na partida,  o  transporte público da cidade pode quebrar. É necessário ter todos os problemas sob controle, ter um “plano b” para todas as fases da locomoção.

Depois de tomar todos esses cuidados, relaxe e faça a sua prova com calma. Com certeza, se o percurso até a localidade da prova for tranquilo e sem surpresas desagradáveis, você terá muito mais chances de se sair bem na sua avaliação.

Por Patrícia Generoso

Concursos públicos em alta entre estudantes e recém-formados

Crise econômica faz com que os jovens busquem estabilidade financeira

Os jovens estudantes recém-formados estão cada vez mais voltados a seguir carreira pública, pois, com a oferta de empregos em baixa e a concorrência cada vez maior, sabem que conquistando um cargo público terão maior estabilidade profissional. A crise econômica do Brasil tem levado cada vez mais jovens a fazer essa escolha.

Isso não significa que os jovens estão abandonando os seus sonhos profissionais, muito pelo contrário, esta é uma forma que estão encontrando de conseguirem levar o seu projeto adiante, mesmo que, para isso, seja preciso adiá-lo um pouco mais.

Muitos jovens querem ter o seu próprio negócio, outros querem trabalhar nas grandes empresas, continuarem os estudos após a faculdade, mas o mercado não está nada favorável para esses projetos.

Assim, ao conquistar uma das vagas no concurso público, o jovem sabe que contará com um emprego fixo, que lhe dará uma remuneração capaz de continuar fazendo seu planejamento enquanto trabalha em um órgão público.

Na carreira pública, o que mais atrai os jovens recém formados, são os bons salários, a estabilidade oferecida, jornada de trabalho reduzida e aposentadoria integral. É como se o jovem conquistasse a garantia de que seu futuro profissional está garantido, pelo menos financeiramente, e, com o tempo que ele tiver de sobra, poderá investir em seus sonhos particulares.

Claro que buscar um sonho estando já em um cargo público é muito mais fácil, pois o jovem não terá aquela pressão de que precisa dar certo de qualquer jeito, pois sabe que tem seu emprego, sua remuneração já garantida, além dos muitos benefícios que um cargo público oferece.

O número de jovens com idade entre 17 e 25 anos inscritos nos concursos públicos vem crescendo a cada ano, e para 2015 espera-se um número recorde, já que a situação econômica do país é complicada, as empresas estão cortando funcionários e os investimentos estão cada vez mais escassos.

Mas os jovens sabem que a carreira pública não será nada fácil, pois é sempre grande a concorrência e os candidatos estão se apresentando cada vez mais preparados para as provas. Por isso é que esses jovens estão determinados a passarem muitas horas do dia estudando, sacrificando muitas vezes os finais de semana com os amigos, tudo por uma ótima causa.

Por Russel

Como escolher o Concurso Público certo para o seu perfil

Para escolher o concurso certo para você, é preciso analisar e conhecer bem a área a qual se identifica mais.

A decisão por um concurso público deve ser muito bem feita, pois afinal, muito suor e tempo na frente dos cadernos serão gastos até que você chegue ao seu objetivo. Escolher a carreira errada pode ser um erro que lhe acompanhará por muitos anos em sua carreira futura.

Além de pensar no salário é preciso conhecer bem a área que você irá exercer depois que for aprovado e principalmente todas as matérias que deverá estudar. Se você sente calafrios ao ouvir a palavra Direito, por exemplo, reconsidere em concursos que exigem noções mais aprofundadas dessa área.

Outro erro comum é não ter foco em um concurso somente. Os chamados “concurseiros” muitas vezes perdem o foco. Pois tentam concursos em diversas áreas, com matérias que não se complementam, ou mesmo que não têm nenhum ponto em comum. Avalie também se você não está sendo atraído somente pelo salário da vaga, o que pode causar frustração após alguns anos de exercício da função.

Ao tentar escolher um concurso para prestar as preferências pessoais podem e devem ser levadas em conta: Se você se dá melhor com atendimento ao público, concursos na área de gestão de pessoas e atendimento ao público são indicados. Se lida bem com papéis, os concursos na área burocrática podem ser um bom caminho a seguir.

O importante é escolher uma área que lhe seja comum, ou ao menos que lhe desperte algum interesse. Começar a estudar do zero pode fazer com que o concurso público seja um desafio, mas se houver  interesse o peso desse  desafio pode ser amenizado.

Procure evitar carreiras muito destoantes, somente por causa do salário ou do status que as funções lhe oferecerão. Existem diversas áreas disponíveis atualmente no mundo dos concursos públicos. Pesquise, reflita, escolha com calma. Com certeza seu futuro de estudos e profissional serão muito mais produtivos ao tomar esses cuidados simples.

Por Patrícia Generoso

Dicas para manter a concentração nos estudos

Para melhorar o rendimento nos estudos é preciso manter uma boa concentração e ser produtivo.

O seu rendimento nos estudos está ligado à sua concentração. Assim, ficar lendo por horas e horas com a mente em outro lugar não vai adiantar nada e você simplesmente vai ter desperdiçado um dos recursos mais valiosos: o tempo. Como manter a concentração e fazer o estudo ser produtivo? Confira algumas dicas para melhorar o seu rendimento!

– Cuidado com o ambiente:

O ambiente desorganizado atrapalha – e muito – a sua concentração nos estudos. Ele exerce muita influência, principalmente, no foco. Por isso, procure cuidar de fatores que são essenciais para um bom lugar de estudo como iluminação, limpeza e muita organização. Antes de começar a ler passe um pano na sua mesa de estudo, jogue os papeis que são usa mais e veja se o local está bem iluminado. Além disso, escolha um lugar que seja silencioso. Lembre-se de que coisas espalhadas e sujeira tiram a sua concentração.

– Tenha uma rotina:

Que tal programar o seu cérebro para estudar e aprender? Você pode fazer isso por meio de uma rotina de estudo. Por isso, procure fazer um planejamento e separar uma parte do seu dia para estudar. Ao longo do tempo, isso vai virar hábito e o seu cérebro vai entender. O plano de estudo, por exemplo, é uma das melhores ferramentas para se organizar e manter a disciplina. Coloque o seu plano em um lugar visível, para que você possa sempre se lembrar da sua rotina.

– Concentre-se e não faça autossabotagem:

Durante o seu tempo de estudo não acesse celular e nem fique perdendo tempo em redes sociais. Além disso, não mande mensagens negativas para o seu cérebro, ou seja, não fique pensando que estudar é chato, entre outros. Não seja o seu próprio vilão e sim o seu melhor amigo. Pense apenas em coisas boas e como o seu estudo vai te ajudar a conquistar as coisas que realmente deseja para a sua vida. Além disso, durante o seu estudo esvazie a sua mente e concentre-se em dar o seu melhor. 

Por Babi