Concurso DAE de Bauru (SP) 2015 oferece vagas de trabalho

Certame disponibiliza vagas em diversos cargos. Inscrições podem ser realizadas entre os dias 27 de julho e 7 de agosto de 2015.

Está de olho nos concursos disponíveis para o segundo semestre deste ano? Fique atento ao concurso para o Departamento de Água e Esgoto de Bauru (DAE), que está recebendo inscrições. As inscrições começaram no dia 27 de julho e vão até o dia 7 de agosto. São dois concursos para a contratação de profissionais de nível superior.

O edital publicado está regido sob o número 007/2015 e prevê a contratação de profissionais para as vagas de Analista de Geoprocessamento, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Civil e Geólogo. Estão sendo oferecidas apenas 1 vaga para cada cargo nesse edital. Já para o edital nº 012/2015 há uma vaga para o cargo de Procurador Jurídico.

Os salários são de R$ 3.457.12 para o primeiro certame e de R$ 4.022,56 para o segundo e a jornada de trabalho é de até 40 horas semanais, variando de acordo com a função desempenhada.

As inscrições poderão ser recebidas por meio do site www.daebauru.com.br e devem ser feitas impreterivelmente dentro do prazo. Após o preenchimento da ficha de inscrição, o candidato deve imprimir a guia de recolhimento da taxa de inscrição. A taxa de inscrição para ambos os editais é de R$ 80 e o pagamento deve ser feito somente em dinheiro, em uma das agências da Caixa Econômica Federal ou Loterias. A efetivação da inscrição só será feita após a confirmação do pagamento pelo banco correspondente.

O processo seletivo consta de Provas Objetiva e Discursiva, de acordo com cada vaga. A data provável para a realização da primeira etapa do concurso é o dia 13 de setembro de 2015.

A validade do certame é de dois anos, podendo ser prorrogado de acordo com o critério da administração responsável.

Em épocas de incertezas para o futuro econômico do país, conquistar uma vaga em um concurso público é uma excelente oportunidade para se recolocar no mercado, com a estabilidade e salário sonhados por todo brasileiro.

Por Patrícia Generoso