Concurso ANP 2016 abre 34 vagas de emprego

Certame tem 34 vagas abertas para lotação em Brasília e Rio de Janeiro.

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e BioCombustível (ANP) está com inscrições abertas para preenchimento de 34 vagas distribuídas em Brasília e Rio de Janeiro. Os cargos são permanentes para Técnico de em Regulamentação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural, Técnico em Química e Técnico Administrativo.

A organizadora do concurso é a já conhecida Fundação Cesgranrio, o concurso terá aplicação de provas nas 26 capitais do país, e no Distrito Federal. As 34 vagas são imediatas e suas locações são somente para o DF e RJ.

O cargo de Técnico em Regulamentação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível e Gás Natural, tem como remuneração inicial de R$ 5.957, 52 e após a primeira  avaliação de desempenho, a remuneração pode chegar a R$ 6.669,52, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga neste cargo, é necessário possuir o nível médio completo, e para Técnico em Química exige-se nível médio com técnico em Química.

O cargo de Técnico Administrativo  tem remuneração inicial de R$ 5.689,52 e também pode chegar a R$ 6,334,52 após a primeira avaliação. A jornada de trabalho também é de 40 horas semanais, e é exigido que o candidato tenha o ensino médio concluído.

O curso será composto por duas etapas: Avaliação de conhecimentos (prova objetiva) e Prova discursiva (redação). Na prova objetiva irá ser cobradas matérias de conhecimentos básicos, como: Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Informática (para todos os cargos), além de Direito Administrativo, Constituição da República, entre outros.  Além dos conhecimentos específicos de cada cargo.

A aplicação da prova de redação está prevista para o dia 31 de janeiro de 2016, tendo seu resultado liberado no dia primeiro do mês seguinte, fevereiro. Os candidatos aprovados do concurso serão distribuídos entre 10 vagas no Distrito Federal (DF) e 24 vagas no Rio de Janeiro.

Os interessados deverão efetuar a inscrição até o dia 8 de dezembro de 2015 no site www.cesgranrio.org.br   e a taxa de inscrição é de R$ 55.

Por Camilla dos Santos Batista

Edital do Novo Concurso da ANP deve sair em Breve

Seleção está na fase de escolha da banca organizadora. Edital deverá ser publicado em breve.

Concurseiros que estavam esperando por boas oportunidades já podem se preparar para o concurso da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A comissão responsável pela seleção intensificou os trabalhos para que o certame saia o quanto antes. O concurso, que terá 34 oportunidades, está em fase de escolha da banca organizadora.

A expectativa é que nos próximos dias seja anunciada a banca, uma vez que a autarquia já recebeu propostas de instituições de renome. O Ministério do Planejamento informou que as seleções já autorizadas serão realizadas mesmo com o informe do governo de que os concursos de 2016 serão suspensos. Os concurseiros podem começar a se preparar, pois o concurso será mantido e as nomeações também.

As vagas:

Das 34 vagas, 14 são destinadas a função de técnico em regulação de petróleo e derivados, cuja exigência é o nível médio ou médio/técnico. Os salários chegam a R$ 6.330,52 pelo cumprimento de jornadas de 40 horas semanais. As outras 20 vagas são para o posto de técnico administrativo, com exigência do nível médio e remuneração de R$ 6.062,52. Nos valores mencionados já estão inclusos o auxílio-alimentação no valor de R$ 373.

Até o momento a ANP não informou quais as cidades receberão as vagas, contudo, a expectativa é de que a maioria seja para o estado do Rio de Janeiro, onde se encontra a sede da autarquia, mais precisamente na capital. A Agência não confirmou qual será a escolaridade exigida. Na última seleção, que aconteceu em 2008, o requisito foi o nível médio/técnico nas áreas de Mecânica, Contabilidade, Instrumentação e Química.

A última seleção:

A última prova contou com 120 questões objetivas, das quais 50 eram sobre Conhecimentos Básicos e 70 sobre Conhecimentos Específicos. Ainda foram realizadas provas dissertativas, avaliação de títulos e os selecionados passaram por curso de formação. Esta estrutura pode ser mantida. As provas foram compostas por questões de Português, Inglês, Informática, Constituição, Estrutura da Indústria do Petróleo, entre outros temas.

Ana Rosa Martins Rocha