Novo Concurso STJ 2015 – Analista e Técnico Judiciário

Seleção oferece 65 vagas para profissionais de nível médio, técnico e superior. Inscrições podem ser realizadas até o dia 19 de agosto.

No dia 23 de julho, foi anunciado via Diário Oficial o concurso público do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que tem o intuito de preencher 65 vagas de trabalho. As oportunidades são para atuação nas funções de analista judiciário e técnico judiciário. Haverá também a formação de um cadastro de reserva. Podem participar da seleção pessoas com nível médio, técnico ou superior de ensino.

Analista Judiciário:

O cargo engloba a área administrativa, de análise de sistemas da informação, de arquivologia, de arquitetura, de engenharia civil, de comunicação social, de fisioterapia, de contabilidade, de engenharia elétrica, de pediatria, de serviço social, de pedagogia e de suporte em tecnologia da informação.

Técnico Judiciário:

Engloba a área administrativa, de saúde bucal e de tecnologia da informação.

Os candidatos para o cargo técnico contarão com remuneração de R$ 5.365 e o salário base para analista é de R$ 8.803. A jornada de trabalho dos profissionais será de 20 horas até 40 horas pela semana.

A inscrição deste concurso será feita no site da organizadora, a Cespe/UnB (cespe.unb.br), entre os dias 30 de julho e 19 de agosto deste ano de 2015. Será cobrada uma taxa de cadastro que fica entre os valores de R$ 70 e R$ 100. As mesmas serão pagas via GRU. Neste mesmo site o candidato confere o edital de abertura com todos os detalhes do concurso.

 A classificação de todos os inscritos acontecerá através de prova objetiva, prova discursiva e teste de aptidão física, sempre verificando a necessidade em cada cargo. As provas objetivas e discursivas serão aplicadas no dia 27 de setembro deste ano de 2015.

A validade deste concurso do Superior Tribunal de Justiça terá uma validade de um ano, mas pode ser prorrogado por mais um ano.

A prova objetiva para analista judiciário contará com perguntas com conhecimentos básicos e específicos. Todas as questões deste concurso terão caráter eliminatório e classificatório. A duração da prova será de 4 horas e 30 minutos e aplicação no dia 27 de setembro acontecerá pelo turno da manhã. 

Concurso STJ 2015 define banca organizadora

A instituição escolhida foi a Cespe/UnB

Para aqueles concurseiros que estavam aguardando mais notícias a respeito do concurso do Superior Tribunal de Justiça, as notícias são excelentes, tendo em vista que no dia 22 de maio foi publicado no diário oficial a confirmação de que a instituição que irá regular todo o certame, como já era previsto, foi a Cespe/UnB. 

Com essa escolha, a publicação oficial do edital deverá ocorrer em breve, pois agora só faltam os últimos acertos com a banca organizadora escolhida e como será feita a distribuição das vagas nos cargos disponibilizados para que o edital desse concurso seja oficialmente publicado e divulgado.

Algumas informações já estão definidas. As notícias dos bastidores já dão conta de que serão disponibilizadas cerca de 90 vagas, sendo que estas serão para as carreiras de analista judiciário, cargo que tem exigência de nível superior para entrar na carreira, e técnico judiciário, que é um cargo que necessita que os candidatos possuam, no mínimo, ensino médio completo.

Com relação à remuneração destes cargos que serão oferecidos, no cargo de analista, os candidatos que forem aprovados terão uma remuneração inicial de R$ 8.930,02, valor este que já está embutido os seguintes benefícios: vencimento mensal de R$ 8.118,19, R$ 751,96 de vale-alimentação e R$ 59,87 de gratificação.

Já para o cargo de técnico, a remuneração inicial é de R$ 5.365,92, acrescida dos mesmos benefícios citados para o cargo anterior.

As áreas que serão disponibilizadas para o cargo de analista serão aquelas que não foram inseridas no último concurso do órgão, o qual foi realizado no ano de 2012, sendo que algumas das áreas que serão disponibilizadas serão as seguintes: administrativa, Pedagogia, Engenharia e Arquitetura, Contábil, Segurança e Análise de Sistemas de Informação, Comunicação Social, Arquivologia, Fisioterapia, Engenharia Elétrica, Medicina na especialidade Pediatria e Suporte em Tecnologia da Informação.

Já para os profissionais que tentaram o concurso no cargo de técnicos, as áreas de atuação destes serão a administrativa e a de tecnologia da informação.

Nessa oportunidade, todas as vagas serão destinadas somente para o Distrito Federal.

Por Adriano Oliveira