SELJ/SP 2015 pede autorização para concurso com 417 vagas

A previsão é que sejam abertas 417 vagas

Ainda neste ano, a Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Juventude de São Paulo pretende realizar um concurso público que terá como meta o preenchimento de oportunidades em três carreiras. Ao todo, estão sendo disponibilizadas 417 chances para o quadro de pessoal, destas, 200 são para pessoas que tenham interesse em ocupar uma vaga no cargo de analista sociocultural, 200 para oficial administrativo e 17 para executivo público.

Quem quiser participar do certame público, precisará contar com ensino médio ou superior completo. O nível de escolaridade depende do cargo pretendido.

Para o posto de oficial exige-se que o candidato possua ensino médio finalizado. Já para analista, é requerida a conclusão em um curso superior em áreas específicas. O cargo de executivo requer do participante ensino superior completo em qualquer área do conhecimento.   

Atualmente, o projeto do concurso tramita na Secretaria Estadual de Gestão (SGP- SP). Ao longo desta etapa são feitas verificações orçamentárias e financeiras. Após esta fase, é encaminhada para análise e autorização do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.  

Os salários dos novos contratados oscila de acordo com a função, variando entre R$ 1.118 e R$ 1.308 para o cargo de oficial administrativo, entre R$ 2.320,84 e R$ 4.161,23 para analista e de R$ 3.626,23 à R$ 4.161,23 para executivo.

O último certame realizado com o intuito de lotar vagas para o posto de oficial foi feito pela Polícia Militar de São Paulo. Nesse concurso, em 2014, quem ficou a cargo foi a Fundação Vunesp.

A avaliação dos candidatos constava de 50 questões de múltipla opção que cobravam conhecimento de matemática, língua portuguesa, informática e legislação.

Já para executivo, o último processo seletivo foi feito em 2013 para a Secretaria de Estado Penitenciária (SAP- SP). Da mesma forma que o concurso para oficial, ele foi executado pela Vunesp e a prova que avaliou os candidatos constava de 80 questões sobre conhecimentos gerais, raciocínio lógico e língua portuguesa.  

Por Melina Menezes