Novo Concurso do Ministério da Educação oferece 316 Vagas

Seleção oferece vagas para profissionais de nível superior. Inscrições devem ser realizadas entre os dias 3 e 22 de julho de 2015.

O Ministério da Educação (MEC) lançou o edital do seu concurso que irá disponibilizar um total de 316 oportunidades em colocações que exijam a graduação dos candidatos. Deste número de vagas, 5% são direcionadas para candidatos portadores de necessidades especiais. Os rendimentos mensais irão oscilar entre R$ 3.800 e R$ 8.300. A banca organizadora escolhida neste certame é o Cespe/UnB.

As vagas são destinadas para trabalhar na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) ou então no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), situados na região de Brasília (DF).

Para realizar o cadastro nesta seleção é essencial ter certificado do ensino superior. As oportunidades serão preenchidas em cargos de serviços técnicos na área de suporte, administração e gerência, nas seguintes especialidades: gerente de projetos, analista de sistema operacional, web design, administrador de rede, gerente de segurança, web design na área mobile, administrador de dados, arquiteto sênior, analista de teste e qualidade, desenvolvedor, gerente de telecomunicações, engenheiro civil ou arquiteto, gerente de suporte, analista de sistemas, arquiteto de sistema, analista de tecnologia da informação, analista de segurança, engenheiro civil, engenheiro sênior nas atividades de administrador de bancos de dados, engenheiro mecânico e analista de processos.

Para realizar a inscrição no certame, os interessados precisam acessar a página eletrônica do Cespe/UnB: www.cespe.unb.br. O prazo das inscrições começará no dia 3 de julho e será encerrado no dia 22 de julho de 2015. Para realizar a validação do cadastro no concurso é necessário fazer o pagamento de uma taxa entre os valores de R$ 90 e R$ 120.

Existe uma previsão de que as avaliações aconteçam no dia 13 de setembro. Os testes objetivos serão compostos por disciplinas básicas e também de conhecimentos específicos da área almejada.

O certame será válido por um período de um ano, tendo a possibilidade deste prazo ser prolongado por mais um ano, conforme a determinação do Ministério da Educação.

Felipe Couto de Oliveira