Compre aqui apostila para este concurso!

Concurso TRT/BA aguarda parecer para abertura de 49 vagas


  

As oportunidades serão para candidatos com nível superior em Tecnologia da Informação

Para os concurseiros que estão aguardando pelo concurso do Tribunal Regional do Trabalho do Estado da Bahia, as notícias são as melhores possíveis, tendo em vista que a publicação do edital deste concurso está aguardando somente um parecer do relator da comissão de finanças da câmara dos deputados. Já há o projeto de lei que regulará este certame, projeto este de número 7907/14 o qual tem a finalidade de disponibilizar 49 vagas para a realização de um concurso público para provimento de candidatos no cargo de Analista Judiciário-Especialista em Tecnologia da Informação.

Os aprovados trabalharão junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 5ª região, o qual tem como sede a cidade de Salvador, na Bahia.

Os candidatos que tiverem interesse em concorrer a estas vagas terão de possuir formação em nível superior na área de Tecnologia da informação. Os candidatos que tomarem posse nesse cargo terão como remuneração inicial da carreira o salário de R$ 8.803,97 mensais.




O mais interessante para os estudantes que almejam estas vagas é o fato de que esta proposta da publicação deste edital está tramitando no poder legislativo em caráter de prioridade, sendo que após a realização desta análise da comissão de finanças e tributação, o mérito também terá de ser analisado pela comissão de constituição e justiça e de cidadania, para que só assim seja votado em plenário e posteriormente seja publicado oficialmente.

O principal objetivo do poder legislativo baiano em criar estas vagas é fazer a adequação da estrutura funcional do TRT à resolução do Conselho Nacional de Justiça, a qual normatiza que os profissionais terceirizados do órgão sejam substituídos por servidores públicos efetivos, principalmente devido ao fato de a área de tecnologia da informação ser considerada como estratégica.

O órgão, atualmente, possui um quadro composto por 71 servidores efetivos para a realização do atendimento de 2.672 usuários, sendo que a norma estabelece que o órgão deve teria que ter o mínimo de 120 servidores no setor de gestão de tecnologia de informação, a partir do momento em que a quantidade de usuários do serviço estiver entre 3.001 e 5.000 usuários – fator este que justifica a seleção desses 49 profissionais.

Por Adriano Oliveira



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *