Compre aqui apostila para este concurso!

Concurso SEE-MG 2014 tem vagas abertas


  

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, através da Resolução SEE Nº 2.686, de 03 de outubro de 2014, definiu critérios para inscrição e classificação de candidatos à designação para o exercício de função pública na rede estadual de ensino para o ano de 2015.

As designações são feitas no início do ano letivo, de acordo com o número de vagas. Os profissionais podem ser contratados por um período curto, como para substituir um professor durante um período de licença, por exemplo. Ou, em se tratando de cargo vago, a contratação é feita para o ano todo, findando o contrato no último dia do mês de dezembro do ano de contratação.

Os candidatos que desejam concorrer à designação para uma das seguintes funções: Analista Educacional/Inspetor Escolar; Analista de Educação Básica (Assistente Social, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Psicólogo ou Terapeuta Ocupacional); Assistente Técnico de Educação Básica (Auxiliar de Secretaria, Agente Educacional, Auxiliar da Área Financeira); Auxiliar de Serviços de Educação Básica; Especialista em Educação Básica (Orientador Educacional ou Supervisor Pedagógico); Professor de Educação Básica nas escolas estaduais e para a função de Analista Educacional/Inspetor Escolar nas Superintendências Regionais de Ensino (SRE) deverão efetuar inscrição pela Internet, no sítio eletrônico: www.educacao.mg.gov.br, das 9h do dia 17 de novembro de 2014 às 23h do dia 4 de dezembro de 2014.

Quem quiser se candidatar à função pública de Auxiliar de Serviços de Educação Básica  (ASB) poderá se inscrever somente para 1 município e deve ter no mínimo o 5º ano do Ensino Fundamental completo (antiga quarta série).

Os demais candidatos poderão se inscrever para componentes curriculares ou funções diferentes em 1 município, concorrendo às vagas em todas as escolas localizadas no mesmo. Ou poderão se inscrever para o mesmo componente curricular ou função em municípios diferentes, respeitado o limite máximo de 3 inscrições.

O candidato à função pública de Analista Educacional/Inspetor Escolar poderá efetuar sua inscrição para até 3 Superintendências Regionais de Ensino ou, respeitado esse limite máximo, inscrever-se também para outras funções.




Os candidatos poderão declarar o tempo de serviço como experiência na função pleiteada, desde que esse tempo não tenha sido utilizado para fins de aposentadoria, nem no Programa de Desligamento Voluntário (PDV).

A resolução não menciona taxa de inscrição e nem a remuneração de cada cargo. Ela foi publicada na Imprensa Oficial de Minas Gerais, no Diário do Executivo, no dia 04 de novembro de 2014, nas páginas 21 a 24.

A resolução traz informações como critérios para a classificação dos candidatos e as diversas áreas para as quais se pode pleitear uma vaga, assim é de suma importância a leitura da mesma.

Convém lembrar que a polêmica Lei Complementar 100 foi declarada inconstitucional pelo STF. É de se esperar que esses cargos estejam disponibilizados para as contratações de que trata esta resolução 2.686/14 no próximo ano.

Por Vânia Rose dos Santos



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *