Concurso Previsto do TRF1 em 2017





Realização do certame foi autorizada em 13 de janeiro deste ano e a previsão é que abram vagas para analistas judiciários, substituto de juiz federal e técnicos do judiciário.

O ano de 2017 começou muito bem para os “concurseiros” de plantão. É isso aí, após a Marinha, o STF e outras instituições muito estimadas no cenário econômico e de emprego no Brasil anunciarem que estarão realizando novos processos seletivos, agora é a vez do TRF1. Para quem não sabe esse é um órgão do judiciário brasileiro que é responsável por cuidar das burocracias do Estado.

Esse processo seletivo é sempre muito esperado pois, além de oferecer novos postos de empregos em diferentes áreas, os salários são geralmente bastante altos.

O TRF 1 possui sua sede na cidade de Brasília mas se estende por outros treze estados federativos que também ganham novas oportunidades de emprego e até mesmo a chance de mudar e acelerar suas economias locais, há muito tempo estagnadas pela interferência da crise política que acometeu o país nos últimos anos.

Esses estados que podem abrigar novos trabalhadores, representantes da justiça são os seguintes: Tocantins, Acre, Maranhão, Piauí, Amapá, Goiás, Minas Gerais, Roraima, Amazonas, Rondônia, Pará e Mato Grosso.

A realização de tal concurso já foi aprovada pelo governo no dia 13 de janeiro e a previsão é que abram vagas para formados em analistas judiciários, substituto de juiz federal e, por fim, técnicos do judiciário.





É estimado aproximadamente 123.000 inscritos na área de analista. Já para a função de técnico , estimas cerca de quase 180.000 candidatos.

O preço das taxas de inscrição podem variar de acordo com cada área, dificuldade e concorrência, contudo o que se sabe é que o governo arrecada muito dinheiro com as inscrições.

Junto com a possibilidade de se ter o concurso, nasceu a Portaria Diges, uma comitiva responsável por cada passo da seleção dos candidatos. Tal comitiva é formada por cerca de seis membros e são imprescindíveis para finalizar o processo de criação de provas, escolha de candidatos entre outras burocracias exigidas para se preencher as vagas ofertadas.

Ainda não há relatos sobre o edital e a banca organizadora, todavia o que se sabe é que o processo seletivo consagrará aqueles que possuem formação tanto técnica quanto superior para os cargos de técnicos do judiciário bem como analistas. O total de vagas também não está disponível ainda. Contudo, o que mais se espera é a divulgação do salário que é estimado em cerca de aproximadamente quatorze mil reais.

Aos ansiosos para mais informações, resta apenas esperar.

Por Sirlene Montes



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *