Concurso MPOG e ENAP 2015 têm 556 vagas abertas





MPOG oferece 534 vagas e ENAP oferece 22 vagas em variados cargos. Inscrições podem ser realizadas até o dia 6 de julho.

No dia 16 de junho foi publicado no Diário Oficial da União o edital para o concurso público para o Ministério do Planejamento (MPOG) e para a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). As vagas destinadas para profissionais de nível superior são 556. Há vagas distribuídas em todas as capitais do país, embora a maioria seja destinada para Brasília.   

Serão 534 postos de trabalho para o MPOG, que serão distribuídas entre os departamentos de Estrutura Remuneratória Especial, Secretaria de Patrimônio da União, Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Abaixo estão listadas as ofertas de emprego:   

– Analista de Tecnologia da Informação – 300 vagas;

– Analista Técnico Administrativo – 83 vagas;

– Administrador – 6 vagas;

– Arquivista – 9 vagas;

– Arquiteto – 16 vagas;

– Assistente Social – 7 vagas;

– Contador – 14 vagas;

– Economista – 7 vagas;

– Engenheiro – 54 vagas;





– Geógrafo – 17 vagas;

– Geólogo – 16 vagas;

– Médico – 4 vagas;

– Técnico em Assuntos Educacionais – 1 vaga.

As remunerações para os cargos acima variam de R$ 3.625,42 até R$ 5.596,31.   

Já os outros 22 postos de trabalho, destinados à Enap, são para Técnicos em Assuntos Educacionais (18 vagas) e Técnicos de Nível Superior (4 vagas). Ambos os cargos contam com salário de R$ 4.514,22.   

Do total de vagas disponíveis, 5% são destinados a portadores de deficiência e 20% para candidatos negros. Aqueles que desejam concorrer dentro dessas cotas deverão declarar-se negros ou portadores de alguma deficiência no momento da inscrição.   

As inscrições para o concurso do MPOG e Enap já estão abertas. Os interessados devem acessar o site do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br), que organizará o processo de seleção. As inscrições devem ser feitas até o dia 6 de julho. A taxa será de R$ 90, exceto para os cargos de Economista, Geólogo, Engenheiro e Arquiteto que deverão desembolsar R$ 100 para a inscrição. Membros de famílias de baixa renda poderão solicitar isenção da taxa de pagamento.   

As provas discursivas e objetivas serão aplicadas no dia 16 de agosto, no período da manhã. A aplicação da prova, que terá prazo máximo de 4 horas e meia, acontecerá em todas as capitais dos estados brasileiros. Os locais e horários serão informados pela comissão organizadora do processo seletivo.   

As provas objetivas serão compostas por 120 questões, sendo que 70 são de conhecimentos específicos e 50 de conhecimentos básicos. Os candidatos que forem aprovados nessa etapa precisarão passar por uma avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Por William Nascimento



Compre aqui apostila para este concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *